sicnot

Perfil

Economia

Vive perto de um cemitério? Então pode pagar menos IMI

Vive perto de um cemitério? Então pode pagar menos IMI

As alterações ao cálculo do IMI estão a causar vários sentimentos: estranheza, indignação e, sobretudo, perplexidade. As novas regras já entraram em vigor e dizem uma coisa muito simples: as casas que tenham uma boa exposição solar e uma vista agradável vão pagar mais imposto. Já quem morar em frente a um cemitério ou a uma ETAR, pode pedir uma reavaliação do imóvel para pagar menos de IMI.

  • O que mudou no IMI
    0:58

    Economia

    Entraram esta terça-feira em vigor as novas regras do IMI. Se ainda não conhece as novas fórmulas de cálculo saiba que se quer ou se tem uma casa com uma boa vista vai pagar mais.

  • "São critérios subjetivos e discricionários"
    4:08

    José Gomes Ferreira

    As alterações ao cálculo do IMI estão a provocar muitas reações. José Gomes Ferreira diz que os novos critérios são "subjetivos e discriminatórios" e que o único objetivo da medida é ter mais receita. O jornalista da SIC diz ainda que o argumento de que os imóveis passarão a estar mais perto do valor real é uma ilusão.

  • Novos critérios no cálculo do IMI
    1:24

    Economia

    Os novos critérios para o cálculo do IMI levarão a novos valores a pagar: há mais aumentos do que descidas do imposto. A qualidade ambiental, onde entra a poluição e o barulho, e questões relacionadas com a acessibilidade são alguns dos fatores que podem fazer com que pague menos.

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.