sicnot

Perfil

Economia

Rocha Andrade teve "atitude ingénua", diz Paulo Ralha

Rocha Andrade teve "atitude ingénua", diz Paulo Ralha

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Impostos considera que a decisão do secretário de Estado dos Assuntos Fiscais de aceitar o convite da Galp para ir ao Euro 2016 foi ingénua, mas não há motivo para demissão. Contudo, Paulo Ralha ressalva que o código aplicado aos trabalhadores da autoridade aduaneira deve ser aplicado no futuro a todos os detentores de cargos públicos e políticos.

  • Primeiro-ministro não vê razões para demitir Rocha Andrade
    2:32

    Caso das Viagens

    O primeiro-ministro não vê razões para demitir Rocha Andrade, o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais que viajou a convite da Galp para assistir a dois jogos de Portugal no Euro 2016. Rocha Andrade diz que não existe conflito de interesses, pelo facto da petrolífera manter uma guerra jurídica com o Estado. Já a oposição e os partidos que apoiam o Governo pedem consequências políticas.

  • "Acho muito difícil o secretário de Estado continuar em funções"
    7:57

    Opinião

    José Gomes Ferreira considera que Rocha Andrade está numa posição fragilizada e insustentável e que deveria ter feito um pedido de desculpas, por ter aceitado uma viagem paga pela Galp a França, durante o Euro 2016. Tanto o governante como a empresa poderão ter incorrido num crime. José Gomes Ferreira lembra ainda que o secretário de Estado é o representante do Estado num processo contra a própria Galp.

  • Homens vítimas de violência doméstica
    31:17
  • Défice chegou aos 2.034 milhões em agosto
    1:51

    Economia

    O défice do Estado caiu 1.900 milhões de euros até agosto, em comparação com o ano passado. A recuperação da economia ajudou a baixar o défice, com mais receitas e impostos acima do esperado. Já a despesa pública ficou praticamente inalterada e os pagamentos do Estado em atraso subiram.

  • Concerto de homenagem às vítimas de Charlottesville
    2:17