sicnot

Perfil

Economia

PSD nega que isenção do IMI esteja a beneficiar emigrantes e estrangeiros

O PSD nega que a isenção do IMI decidida pelo anterior Governo social-democrata permita que estrangeiros e emigrantes fiquem isentos do pagamento daquele imposto, acusando o atual Executivo socialista de se preparar para reverter "uma importante medida social".

O Jornal de Negócios cita hoje o ministro-Adjunto e do primeiro-ministro, Eduardo Cabrita, que afirma que o automatismo das isenções de Imposto Municipal de Imóveis (IMI) para quem tem rendimentos até 15.295 euros e imóveis até 66.500 euros, introduzidas pelo anterior Governo PSD/CDS-PP no Orçamento do Estado de 2015 (OE2015), permitiram que estrangeiros e emigrantes sem rendimentos em Portugal deixassem de pagar, só em abril, 57 milhões de euros deste imposto.

Num comunicado enviado às redações, o PSD recusa que existam estrangeiros ou emigrantes "a beneficiar indevidamente da isenção" e acusa o atual Governo de se estar a "preparar para reverter uma importante medida social no IMI".

Para os sociais-democratas, "este Governo procura aumentar a todo o custo as receitas fiscais e estará a preparar-se para reverter uma importante medida social introduzida na anterior legislatura para tentar cobrar mais receitas".

O PSD lembra que esta medida, introduzida no OE2015, "teve um caráter social, de preocupação com a situação dos contribuintes de menores rendimentos, e destinou-se a garantir que todos aqueles que cumprem os respetivos critérios podem dela beneficiar, transferindo para a administração fiscal a responsabilidade desse apuramento, aliviando os contribuintes de burocracias injustificáveis e de perderem um benefício por desconhecimento dos seus direitos".

Segundo Eduardo Cabrita, o Governo pretende corrigir este automatismo no Orçamento de Estado para 2017.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos suburbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.