sicnot

Perfil

Economia

Governo não mexe no imposto sobre os produtos petrolíferos

O Ministério das Finanças dediciu não aumentar ou reduzir o Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP), mantendo nos próximos três meses o valor aprovado em maio.

Em comunicado, o Ministério das Finanças justifica a "decisão justifica-se pelo facto de a tributação da gasolina ser já muito superior à do gasóleo e, ainda, pela evolução da cotação nos últimos dias".

O ISP tinha descido um cêntimo em maio, depois de ter sido fixado em seis cêntimos em fevereiro.

  • "O Serviço Nacional de Saúde está falido pelo menos desde o ano 2000"
    0:34

    País

    Não será de estranhar se casos como o da legionella do S. Francisco Xavier venham a repetir-se. Quem o diz é o antigo administrador do Hospital de S. João, que chegou a ser, ainda que por pouco tempo, coordenador nacional para a reforma do SNS do Governo de Costa. António Ferreira falava ontem à noite, num encontro organizado pelo CDS.

  • "Estamos vivos"
    11:41