sicnot

Perfil

Economia

Governo não mexe no imposto sobre os produtos petrolíferos

O Ministério das Finanças dediciu não aumentar ou reduzir o Imposto sobre os Produtos Petrolíferos (ISP), mantendo nos próximos três meses o valor aprovado em maio.

Em comunicado, o Ministério das Finanças justifica a "decisão justifica-se pelo facto de a tributação da gasolina ser já muito superior à do gasóleo e, ainda, pela evolução da cotação nos últimos dias".

O ISP tinha descido um cêntimo em maio, depois de ter sido fixado em seis cêntimos em fevereiro.

  • Junta de Santa Maria Maior no centro de Lisboa contra despejos de idosos
    3:02
  • "Não há nenhuma meta com Bruxelas", garante Centeno no Parlamento
    0:57

    Economia

    O ministro das Finanças afirma que o Programa de Estabilidade é debatido em Lisboa e não em Bruxelas.Esta manhã, no Parlamento, Mário Centeno assegurou ainda que as metas são as mesmas com que se comprometeu no programa do Governo e garante que não há nenhuma meta acordada com Bruxelas.