sicnot

Perfil

Economia

Marcelo não concorda com alteração da lei bancária por causa da CGD

© Rafael Marchante / Reuters

Marcelo Rebelo de Sousa não vê com bons olhos a intenção do Governo de alterar a lei bancária para poder pôr na administração da Caixa Geral de Depósitos os nomes que escolheu.

Marcelo Rebelo de Sousa está de férias e ainda não se pronunciou sobre o assunto. Contudo, a SIC sabe que já na próxima quinta-feira, o Presidente da República vai estar em Viseu, numa visita à feira de São Mateus, onde tenciona falar sobre a situação da Caixa Geral de Depósitos.

A SIC apurou ainda que Marcelo não concorda com a intenção do Governo de permitir que o fisco tenha acesso às contas bancárias de todos os contribuintes.

Esta é uma medida que a Comissão Nacional de Proteção de Dados já considerou inconstitucional. O próprio Governo já admitiu rever essa intenção.

  • BCE aprovou 11 dos 19 nomes propostos pelo Governo para administração da CGD
    2:46

    Caso CGD

    O Banco Central Europeu aprovou apenas onze dos dezanove nomes inicialmente propostos pelo Governo para a administração da Caixa Geral de Depósitos. Para já, oito administradores não executivos ficam pelo caminho. Três dos nomes aprovados vão ter ainda formação. António Domingues foi aceite como presidente, mas só vai poder acumular funções no conselho de administração e na comissão executiva durante os primeiros seis meses.

  • Catarina Martins diz-se arrependida com a "criação da geringonça"
    2:25

    País

    Catarina Martins diz que todos os dias se arrepende da "criação da geringonça". Em entrevista ao jornal Público, a coordenadora do Bloco de Esquerda diz no entanto que vai lutar contra as limitações, enquanto os objetivos traçados forem sendo cumpridos. Já ontem, a líder do Bloco de Esquerda tinha avisado o Governo que o partido está contra qualquer alteração legislativa para servir interesses, na administração da Caixa Geral de Depósitos.

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.