sicnot

Perfil

Economia

Dívida pública sobe para 131,6% do PIB em junho

A dívida pública subiu para os 131,6% do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro semestre, acima dos 129% registados tanto em março deste ano como no final de 2015, segundo dados do Banco de Portugal hoje divulgados.

De acordo com o boletim estatístico de junho do Banco de Portugal, nos primeiros seis meses do ano, a dívida das administrações públicas, na ótica de Maastricht (a que conta para Bruxelas), aumentou para os 240.019 milhões de euros, mais 2.402 milhões de euros do que em março deste ano e mais 8.674 milhões de euros do que em dezembro do ano passado.

Assim, o rácio da dívida sobre o PIB registado no primeiro semestre supera o registado em dezembro de 2014, quando a dívida das administrações públicas atingiu os 130,2%.

Este valor hoje apurado pelo Banco de Portugal coincide com a estimativa avançada pela Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO), que calculou que a dívida pública em percentagem do PIB subisse para 131,6% no primeiro semestre deste ano.

Na nota mensal sobre a dívida pública de julho, a que a agência Lusa teve acesso, a UTAO estima que a dívida pública no primeiro semestre tenha atingido os 240.100 milhões de euros, um acréscimo de 2.400 milhões em termos mensais e de 8.700 milhões de euros face ao final de 2015.

Já a dívida líquida dos depósitos da administração pública passou dos 219.246 milhões de euros em março (ou 121% do PIB) para os 221.996 milhões de euros no final de junho (ou seja, 121,7% do PIB).

No Programa de Estabilidade 2016-2020, o Governo comprometeu-se com uma redução da dívida pública para os 124,8% este ano, uma meta que está 6,8 pontos percentuais abaixo do que o valor registado na primeira metade do ano.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.