sicnot

Perfil

Economia

ADSE gastou mais 0,64 % com saúde no 1º semestre do ano

A Direção-Geral de Proteção Social dos Trabalhadores em Funções Públicas gastou no primeiro semestre deste ano 237,3 milhões de euros com os cuidados de saúde, o que corresponde a mais 0,64% que no mesmo período de 2015.

De acordo com o relatório da atividade do primeiro semestre deste ano da Direção-Geral de Proteção Social dos Trabalhadores em Funções Públicas (ADSE), a que a agência Lusa teve acesso, as despesas de financiamento dos cuidados de saúde representam, obviamente, a maioria da despesa total da ADSE que foi de 241.279.121 euros nos primeiros seis meses de 2016, o que representa um aumento de 0,70% face ao mesmo período de 2015.

Das despesas com saúde, 186,8 milhões de euros financiaram o regime convencionado e 64,4 milhões de euros financiaram cuidados de saúde em regime livre. As despesa com saúde no estrangeiro custaram à ADSE 11.196 euros,

Entre as despesas totais da ADSE estão também as despesas de funcionamento, que aumentaram 4,06%, para 3.955.759 euros.

Este acréscimo é justificado no relatório por um aumento de cerca de 115 mil euros nos encargos com pessoal e administração, mais 3,3%, devido ao início da reposição salarial na função pública e ao aumento do número de trabalhadores que estão ao serviço da ADSE, que passou de 165 para 204 entre o primeiro semestre de 2015 e o primeiro semestre de 2016.

Os encargos com a verificação de doença aumentaram 38 mil euros, mais 12,98%, que no período homólogo do ano passado, porque houve um acréscimo de 14% no número de juntas médias realizadas.

A ADSE obteve receitas no valor de 303.156.322 euros no primeiro semestre de 2016, o que representa um crescimento de 2,35% (mais 6,9 milhões de euros), face a 2015, apesar da redução de 1,29% no número de beneficiários titulares do sistema.

Nos primeiros seis meses deste ano o número de beneficiários titulares era de 836.317, o que corresponde a menos 10.964 contribuintes que no mesmo semestre do ano passado.

O número de beneficiários titulares da ADSE tem vindo a cair gradualmente desde 2012, ano em que eram 880.896.

Segundo o relatório, esta redução deve-se às rescisões por mútuo acordo na função pública, à regularização informática dos óbitos e dos cônjuges que perderam o direito à assistência, à não renovação de contratos laborais e aos pedidos de renúncia à ADSE, para evitar o desconto.

Os pedidos de renúncia são considerados no documento como um valor marginal dado que o seu total foi de 393 no primeiro semestre deste ano, face aos 1.265 registados no período homólogo do ano passado.

No primeiro semestre de 2016, o desconto médio por trabalhador para a ADSE foi de 338 euros, quando a remuneração média mensal foi de 1.381 euros.

Lusa

  • Quem deve ser o próximo treinador do FC Porto?

    Desporto

    Nuno Espírito Santo já não é treinador do FC Porto. O técnico e o clube chegaram a acordo mútuo para a rescisão do contrato, que o ligava por mais uma temporada aos dragões. Nuno Pinto da Costa tem agora que encontrar um novo treinador para orientar dos "dragões". Os nomes em cima da mesa são vários. Diga-nos quem deve ser o novo treinador do FC Porto.

  • Os treinadores do FC Porto desde o último título 

    Desporto

    Nunca o FC Porto esteve quatro anos consecutivos sem ganhar um título durante a presidência de Nuno Pinto da Costa. A ausência de vitórias teve início na época de 2013/14, quando começou uma autêntica dança de treinadores.

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Divulgado vídeo dos bambardeamentos contra o Daesh no Iraque
    0:42
  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.