sicnot

Perfil

Economia

Taxa Euribor a seis meses continua a cair e toca novos mínimos

As taxas Euribor estavam hoje a subir no prazo a três meses e continuam a cair nos restantes prazos, atingindo um novo mínimo a seis meses.

A Euribor a três meses, referencial para o crédito às empresas, mantém-se em valores negativos desde 21 de abril de 2015, mas subiu hoje 0,001 pontos em relação a segunda-feira, fixando-se nos -0,298%.

Já a taxa a seis meses, a mais usada para o crédito à habitação, que entrou em terreno negativo pela primeira vez a 06 de novembro passado, manteve a tendência de queda, descendo 0,002 pontos para um novo mínimo de -0,192%.

No prazo dos nove meses, a Euribor, que atingiu o mínimo de sempre de -0,130% em 11 de julho, recuou 0,001 pontos para -0,119%, enquanto no prazo de doze meses a taxa diminuiu 0,001 pontos para -0,047%.

As Euribor são fixadas pela média das taxas às quais um conjunto de 57 bancos da zona euro está disposto a emprestar dinheiro entre si no mercado interbancário.

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.