sicnot

Perfil

Economia

Ford chama 113.000 veículos para reparar defeitos

A Ford anunciou esta quarta-feira a chamada de mais de 113.000 veículos, a maioria dos quais nos Estados Unidos, para solucionar três problemas que afetam a bomba da gasolina, as bombas de injeção e o software dos vidros elétricos.

A chamada para verificação e reparação envolve 88.151 automóveis dos modelos Ford Taurus 2013-2015, Ford Flex 2013-2015, Lincoln MKS 2013-2015, Lincoln MKT 2013-2015 e Ford Police Interceptor 2013-2015, todos eles com motores de 3,5 litros turbo.

Segundo a marca, o módulo de controlo da bomba da gasolina pode deixar de funcionar, o que causaria a paragem repentina do motor, nalguns casos sem aviso prévio, aumentando o risco de acidente.

A Ford salientou, no entanto, que não tem informação de qualquer acidente relacionado com este defeito.

Do total de veículos afetados, 77.502 encontram-se nos Estados Unidos, 7.353 no Canadá e 1.083 no México.

A chamada de veículos à marca para atualização do software dos vidros elétricos envolve 23.150 automóveis do modelo Ford Escape 2017, a maioria dos quais encontra-se nos Estados Unidos (17.985) e no Canadá (5.157).

A chamada para substituição das bombas de injeção de combustível envolve 2.472 furgonetas Ford Transit de 3,2 litros diesel.

Lusa

  • Protestos e violência no Rio de Janeiro
    1:08
  • Marcelo diz que a Europa precisa de paixão
    2:36
  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.