sicnot

Perfil

Economia

Juros do crédito à habitação continuaram a descer em julho

A taxa de juro implícita no crédito à habitação desceu de 1,089% em junho para 1,066% em julho, com a prestação média a reduzir-se para os 237 euros, menos um euro do que em junho.

Segundo divulgou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE), nos contratos celebrados nos últimos três meses, a taxa de juro implícita fixou-se em 2,044%, inferior em 0,013 pontos percentuais à observada em junho, com um valor médio da prestação de 307 euros (308 euros em junho).

O montante de capital médio em dívida para a totalidade dos contratos de crédito à habitação situou-se em 51.778 euros (mais 20 euros do que em junho), sendo de 85.928 euros nos contratos celebrados nos últimos três meses (85.360 no mês anterior).

Lusa

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37
  • Trump e Netanyahu discutiram "ameaças que o Irão coloca"

    Mundo

    O novo Presidente norte-americano, Donald Trump, e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, debateram "as ameaças que o Irão coloca" e concordaram que a paz israelo-palestiniana só pode ser "negociada diretamente", anunciou este domingo a Casa Branca.