sicnot

Perfil

Economia

Rui Moreira lamenta não ter "um tusto" do Portugal 2020

O presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira, lamentou não ter recebido "um tusto" dos fundos comunitários até ao momento, um facto que tinha previsto em 2013, e afirmou que se tivesse recebido as verbas "outro galo cantaria".

"É muito difícil ser presidente de Câmara e ao fim de três anos, nós não termos um tusto de fundos, um tusto", exclamou Rui Moreira, à margem de uma visita que realizou esta tarde às obras de reabilitação urbana que decorrem na 'ilha' da Bela Vista, um bairro de habitação social típico do Porto que remonta ao século XIX.

Rui Moreira declarou ser "evidente" que se o Porto tivesse recebido fundos comunitários "outro galo cantaria, as coisas seriam mais rápidas, seriam diferentes".

"Mas a gente, como todos nós remediados que somos, temos que viver com o que temos, não podemos esperar outra coisa", acrescentou.

Questionado pelos jornalistas sobre se ainda acreditava que haveria fundos comunitários para recuperar algumas das 'ilhas' no Porto, Rui Moreira fez um silêncio durante cerca de um minuto e, depois, quando os jornalistas admitiam já que o autarca não iria comentar, Rui Moreira recordou que em 2013 tinha falado de fundos comunitários e, na altura, recorda que "não tinha sido entendido".

"Eu na altura disse uma coisa -- Espero não ter razão -, infelizmente passaram três anos e estou carregado de razão que é uma coisa que é muito infeliz. A maior infelicidade que eu tenho é ter razão relativamente aos fundos comunitários", declarou esta tarde o autarca, sublinhando, todavia, que a obra na 'ilha' da Bela Vista "cabe nos recursos que a Câmara tem".

"A Câmara Municipal do Porto tem de fazer opções, mas a Câmara tem uma situação financeira, que também nós já herdámos, mas que temos mantido saudável, que nos permite fazer este tipo de obras", disse.

O presidente da Câmara do Porto referiu que era " pena" não ter ainda recebido um "tusto" porque, segundo o próprio, "aquilo que nos tinha sido prometido neste Quadro Comunitário era diferente".

"Lembro-me de, ainda antes de ter tomado posse, o então secretário de Estado dizer-me no Porto, e foi no Porto que ele disse, que iria haver tanto dinheiro para a reabilitação urbana que provavelmente as cidades não teriam capacidade de acompanhar as verbas que iriam ser disponibilizadas".

Rui Moreira observou que o facto de ainda não ter recebido "um tusto" até esta altura deve ser "primeira vez que acontece desde que Portugal entrou para a União Europeia".

"Mas não é por isso que nós vamos desistir com certeza. Vamos continuar e sabemos que a população compreende e também tem paciência. Acho que a população do Porto tem sido muito paciente e isso eu agradeço", acrescentou.

A Domus Social, o dono da obra de reabilitação e regeneração urbana da 'ilha' da Bela Vista, tem um 'placard' à frente da empreitada a informar que o custo é de "804 mil euros".

A 'ilha' da Bela Vista vai ter um total de 35 casas de habitação social, estando previsto para "março ou abril de 2017" que sejam entregues 22 casas, e 13 delas vão ser entregues já no próximo mês de setembro.

A Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia assinou a 12 de agosto o Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU) num valor total de 31,5 milhões de euros até 2020, mas os municípios de Gondomar, Matosinhos e Porto ainda não o fizeram.

Fonte da Câmara Municipal do Porto disse à Lusa, na altura, que o PEDU ainda não tinha assinado, mas que o assunto estaria a ser tratado com o presidente da CCDR-N e no "bom caminho".

Com Lusa

  • Atirador canadiano mata combatente do Daesh a 3,5km de distância

    Mundo

    Um atirador das Forças Especiais do Canadá matou um combatente do Daesh com um tiro disparado a 3,5 quilómetros de distância, no passado mês de maio, no Iraque. O Comando de Operações Especiais canadiano garantiu à BBC que a distância do disparo, realizado com sucesso, é já considerada um recorde na história militar.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • "Mãe, por favor, para de dizer asneiras. Não quero que leves um tiro"
    0:51

    Mundo

    O Departamento de Investigação da Polícia do Minnesota divulgou esta sexta-feira um vídeo com imagens de um incidente que levou à morte de um afro-americano pela polícia, nos Estados Unidos da América. Em julho de 2016 um polícia atingiu mortalmente Philando Castile, de 32 anos, durante uma operação de controlo rodoviário. O homem procurava os documentos de identificação quando o polícia disparou quatro tiros. Nas imagens é possível ver o desespero da filha da companheira de Philiando Castile, minutos depois de ter visto o padrasto a morrer. O agente responsável pela morte de Castile foi absolvido pelo Tribunal na semana passada.

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43

    Mundo

    Um vídeo de um acidente numa autoestrada em Santa Clarita, na Califórnia (EUA), está a tornar-se viral nas redes sociais. Nas imagens é possível ver um motociclista a dar um pontapé num carro que seguia à sua frente. Como forma de "retribuição", o carro vira na direção da mota mas bate no separador e depois numa carrinha que acabou por capotar. Segundo a imprensa norte-americana o condutor da carrinha foi levado para o hospital com ferimentos ligeiros. Já a pessoa que conduzia a mota seguiu o seu caminho.