sicnot

Perfil

Economia

"A União Europeia é um projeto falhado"

O conselheiro de Estado Francisco Louçã considerou este sábado que "a União Europeia é um projeto falhado" porque "representa o contrário do que prometeu", com o único argumento do poder de que é "preferível ser temido do que ser amado".

Francisco Louçã foi este sábado orador de um dos painéis de debate do fórum Socialismo 2016, a 'rentrée' política do BE que decorre até domingo em Santa Maria da Feira, distrito de Aveiro, numa preleção onde cruzou o pensamento do historiador italiano Nicolau Maquiavel com excertos da série "Guerra dos Tronos" para refletir sobre a luta do poder na Europa.

"A União Europeia é um projeto falhado. Não pode representar aquilo que promete e o que representa é o contrário do que prometeu. Prometia convergência e tem divergência. Prometia melhoria social e tem, pelo contrário, a degradação das condições de vida das classes populares", afirmou.

Para o antigo coordenador do BE, "a saída é sempre imperativa para que haja uma alternativa em que se possa recuperar soberania, decisão, democracia, capacidade do povo poder fazer escolhas".

O conselheiro de Estado perguntou, tal como na "Guerra dos Tornos", "se a exibição do poder é suficiente para manter o poder", considerando que a resposta é Maquiavel porque "hoje a Europa só pode garantir a exibição do poder" usando o argumento de que "é preferível ser temido do que ser amado".

"Aquilo que é legítimo já não é soberano. A democracia não pode decidir sobre o que tinha de decidir", lamentou, considerando

Louçã critica que a União Europeia seja "uma máquina de austeridade, privatizações, de pressão e de destruição em permanência", na qual "a burguesia financeira é o centro da estrutura do poder do capital porque é o centro da acumulação do capital".

"Em alguma medida não precisávamos que o Durão Barroso fizesse o favor de nos lembrar disso ao passar da Comissão Europeia para presidente da Goldman Sachs, mas isso é mais um dos elementos de gratidão que nós temos em relação a ele: é dizer-nos que o poder político está no bolso do poder financeiro e o poder financeiro não se esquece dos seus", ironizou.

O antigo coordenador bloquista evidenciou que "quanto pior a Europa é", mais é dito: "aguenta, aguenta porque isto vai-se corrigir".

"Nós ficamos com pena suspensa porque não há sanções agora. Que bom que é, então eles estão-nos a entender", disse, avisando que "este discurso é muito perigoso" uma vez que é dito que nada seja feito que "incomode os poderosos".

Com Lusa

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Desporto

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Desporto

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.

  • Votações sobre o mapa judiciário geram tensão no Parlamento
    2:01

    País

    O momento das votações no Parlamento ficou marcado por alguma tensão. Depois de aprovadas, em comissão, as alterações ao mapa judiciário, o PSD opôs-se a que o diploma fosse votado em plenário, uma vez que não fazia parte da versão inicial do guião de votações. A esquerda acusou os sociais-democratas de terem motivações estritamente políticas e não regimentais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • As primeiras palavras de um dos sobreviventes da Chapecoense
    0:29
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.