sicnot

Perfil

Economia

Apple, Facebook e Microsoft vão pagar mesmo salário a homens e mulheres

​Pelo menos 29 empresas norte-americanas, incluindo a Apple, Microsoft e Facebook, comprometeram-se sexta-feira a pagar igual salário a homens e mulheres, juntando-se à iniciativa do Presidente dos Estados Unidos para promover a igualdade salarial no país.

Além daquelas três empresas, comprometeram-se hoje também a reduzir a diferença salarial entre homens e mulheres a Coca-Cola, General Motors, Nike, Visa, linha aéreas Delta, a cadeia de hotéis Hilton, a rede social Linkedin e a divisão do IKEA dos Estados Unidos, referiu, em comunicado, a Casa Branca.

"Em 2016, uma mulher ganhava 79 cêntimos por cada dólar ganho por um homem" nas empresas norte-americana, disse a diretora de política doméstica norte-americana, Cecilia Moniza, numa mensagem divulgada no blogue oficial da Presidência dos Estados Unidos.

"Aquele número baixa para os 64 cêntimos nas mulheres afroamericanas, os 59 cêntimos nas nativas americanas e para os 54 cêntimos nas latinas", acrescentou.

Com o anúncio de hoje, já são mais de 50 empresas que se comprometeram a fazer uma "análise anual sobre os pagamentos" dos funcionários em ambos os géneros e "rever os seus processos de contratação e promoção" de trabalhadores, refere a Casa Branca.

Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01