sicnot

Perfil

Economia

Candidaturas para apoios à destruição de pastagens de 1 a 9 de setembro

O período para entrega de candidaturas aos apoios à destruição de pastagens para alimentação de gado em consequência dos incêndios decorre de 1 a 9 de setembro, informou este sábado o Ministério da Administração Interna (MAI).

Quinhentos mil euros é o montante que a Conta de Emergência do MAI disponibiliza para apoiar os danos provocados pelos incêndios rurais, designadamente a destruição de pastagens destinadas à alimentação de gado (bovino, ovino, caprino e equino), segundo uma nota do MAI.

Para efeitos de atribuição dos apoios é elegível a destruição dos pastos usados na alimentação das espécies bovina, ovina, caprina e equídeos em unidades de exploração económica que se localizem nas freguesias da área afetada, identificadas no aviso e cuja área ardida corresponde a 30 por cento ou mais da sua área total, refere uma nota do MAI.

Os apoios serão concedidos em função do número de animais que carecem de alimentação e que estejam registados em nome dos respetivos produtores.

A nota acrescenta que o edital que inclui toda a informação necessária aos potenciais beneficiários deste mecanismo já está disponível nas autarquias, juntas de freguesia, serviços municipais de proteção civil e organismos tutelados pelo Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, dos distritos de Aveiro, Braga, Guarda, Porto, Viana do Castelo e Viseu.

Segundo o MAI, não estão abrangidas pela Conta de Emergência, ativada a 23 de agosto, as despesas relativas a danos cobertos por quaisquer outras entidades públicas e por contratos de seguro.

Lusa

  • Economia portuguesa a crescer
    2:26
  • Os likes dos candidatos às autárquicas no Facebook
    4:00

    Autárquicas 2017

    Se há mais de 5 milhões de portugueses no Facebook, é natural que as autárquicas também passem pela rede social mais usada no país e no mundo. A SIC apresenta-lhe os 10 candidatos cujas páginas têm mais seguidores e, para a comparação ser mais justa, os que têm mais seguidores em Portugal - porque há também quem estranhamente tenha milhares de fãs em países como Egito, Filipinas ou Vietname.

  • Embaixador do Bangladesh pede ajuda aos portugueses no caso dos rohingya

    Mundo

    O embaixador do Bangladesh em Lisboa pediu esta sexta-feira aos portugueses que ajudem a resolver o problema dos rohingya. Desde o final de agosto, mais de 400 mil pessoas desta minoria muçulmana fugiram de Myanmar, a antiga Birmânia. O Bangladesh já tinha acolhido outros 400 mil refugiados e vê-se agora a braços com esta crise migratória. Pede por isso a Portugal que pressione Myanmar para aceitar de volta e em segurança os rohingya.