sicnot

Perfil

Economia

França vai pedir suspensão de negociações do acordo comercial UE/EUA

França vai pedir à Comissão Europeia que suspenda as negociações do acordo comercial entre a União Europeia e os Estados Unidos, disse hoje o secretário de Estado do Comércio Externo francês.

"Já não há apoio político em França para estas negociações" e "França apela a um fim destas negociações", disse Matthias Fekl à Rádio RMC.

Negociadores dos Estados Unidos e da União Europeia tentam finalizar o proposto Acordo de Livre Comércio e Investimento Transatlântico (TTIP, na sigla inglesa), que vai criar a maior zona de comércio livre do mundo.

No entanto, as negociações têm enfrentado dificuldades, não só devido aos termos do acordo em si mas também pela decisão do Reino Unido de sair da União Europeia e pela crescente oposição ao acordo em França e na Alemanha.

Fekl acredita que as negociações favorecem os Estados Unidos.

"Os norte-americanos não dão nada, apenas migalhas (...) não é assim que as negociações se fazem entre aliados", disse.

"Precisamos de uma suspensão clara e definitiva destas negociações de modo a recomeçar com uma boa base", afirmou.

A França vai avançar com este argumento numa reunião de ministros do comércio externo em Bratislava, em setembro, informou Fekl.

Os ativistas que se opõem ao TTIP desde que as negociações começaram, em 2013, dizem que o acordo vai apenas beneficiar as multinacionais e prejudicar os consumidores.

O primeiro-ministro francês Manuel Valls disse considerar "impossível" que os dois lados concluam as negociações sobre o acordo comercial até ao fim de 2016.

No mesmo sentido, o vice-chanceler e ministro da Economia alemão Sigmar Gabriel disse no domingo que as negociações estão estagnadas.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.