sicnot

Perfil

Economia

Taxas de desemprego na zona euro e UE registam novos mínimos em julho

A taxa de desemprego na zona euro baixou, em julho, para 10,1%, sendo a menor registada desde julho de 2011 e a da União Europeia recuou para 8,6%, a mais baixa desde março de 2009, divulga hoje o Eurostat.

De acordo com os dados do gabinete oficial de estatísticas da União Europeia (UE), na zona euro, a taxa de desemprego manteve-se estável na comparação com junho e desceu 0,7 pontos percentuais em termos homólogos, para os 10,1%, o valor mínimo desde julho de 2011.

Já no que respeita ao conjunto dos 28 Estados-membros, a taxa de desemprego estabilizou na variação em cadeia e desceu 0,8 pontos na comparação com julho de 2015, ficando nos 8,6%, a menor desde março de 2009.

Em julho, as menores taxas de desemprego foram registadas em Malta (3,9%), República Checa e Alemanha (4,2% cada), enquanto as mais elevadas se observaram na Grécia (23,5% em maio) e em Espanha (19,6%).

No que respeita ao desemprego jovem, a zona euro registou, em julho, uma taxa de 21,1% (face aos 22,1% homólogos) e a UE uma taxa de 18,8% (que compara com os 20,2% de julho de 2015).

As menores taxas de desemprego jovem observaram-se em Malta (7,1%) e na Alemanha (7,2%), enquanto as mais elevadas se registaram na Grécia (50,3% em maio), em Espanha (43,9%) e Itália (39,2%).

Em Portugal, a taxa de desemprego foi de 11,1% e a de desemprego jovem de 26,3%, em julho.

Lusa

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.