sicnot

Perfil

Economia

Alemanha acusa Fiat Chrysler de usar dispositivo ilegal em motores diesel

A Alemanha enviou uma carta à Comissão Europeia a acusar o construtor Fiat Chrysler de utilizar um dispositivo ilegal para as emissões poluentes nas viaturas a diesel, de acordo com um documento citado esta quinta-feira pela France Press.

Segundo testes feitos em quatro veículos do grupo pela KBA, a agência federal para o setor automóvel, o sistema de filtração das emissões poluentes desativa-se após 22 minutos, indica uma mensagem do Ministério dos Transportes da Alemanha datada de quarta-feira. São dois minutos a mais do que o tempo habitual para um teste antipoluição.

Além disso, o nível de óxido de azoto, altamente poluente, lançado para a atmosfera é por vezes nove a 15 vezes superior ao autorizado.

Na carta, o ministério acrescenta que isso "prova a utilização de um dispositivo não permitido".

Segundo uma fonte governamental, os veículos afetados são os modelos Fiat 500x, Jeep Renegade e Fiat Doblo.

Contactada pela AFP, a Fiat não quis falar sobre o assunto, remetendo para um comunicado de fevereiro no qual o grupo explicava ter feito um exame interno detalhado e concluído que está em conformidade com os regulamentos sobre emissões.

Em maio, o Ministério dos Transportes, autor da carta, tinha descoberto irregularidades no fabricante italo-americano, no quadro da comissão de inquérito sobre as emissões poluentes criada após a revelação de manipulação em veículos do grupo Volkswagen.

Na mensagem enviada a Bruxelas, o governo alemão pede que a Comissão Europeia "faça as consultas apropriadas com as autoridades italianas para encontrar uma solução", quando essas mesmas autoridades contactadas pela Alemanha, negaram o problema, argumentando que o dispositivo em causa se destinava a proteger o motor.

O inquérito feito pelo Ministério dos Transportes alemão apontou para irregularidades em 16 marcas automóveis, alemãs e estrangeiras, mas deixou também muitas questões em suspenso.

Lusa

  • Manuel Valls diz que Trump fez declaração de guerra à Europa

    Mundo

    O antigo primeiro-ministro francês Manuel Valls, aspirante a candidato socialista às presidenciais deste ano, considerou esta segunda-feira como uma "declaração de guerra" as afirmações do futuro Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a União Europeia.

  • Morreu o último homem que pisou a Lua

    Mundo

    O astronauta norte-americano Eugene Cernan, o último homem a pisar a Lua, morreu esta segunda-feira aos 82 anos, informou a agência espacial norte-americana, NASA.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.