sicnot

Perfil

Economia

Assunção Cristas diz-se "preocupada" com falta de investimento e aumento da dívida

A líder do CDS-PP, Assunção Cristas, disse esta sexta-feira estar "cada vez mais preocupada" com a falta de investimento, aumento da dívida pública e pagamentos em atraso em vários setores porque "tudo isto" vai penalizar a economia nacional.

Durante uma visita à Feira Agrícola do Norte -- AgroSemana, na Póvoa de Varzim, e questionada pelos jornalistas sobre se acreditava na redução do défice para 2,5%, a centrista frisou que em 2008 Portugal teve um défice, na altura reportado de 2,8%, depois revisto em alta, e que um ano e meio depois estava a ser resgatado pela `troika´.

"Para mim é mais relevante olhar para as condições do crescimento da economia portuguesa e perceber se estamos a crescer, se estamos a criar riqueza e se existe investimento (...) porque tudo isto vai penalizar a economia portuguesa e, obviamente, as contas nacionais", entendeu.

Segundo Assunção Cristas, a sua "primeira preocupação" é o crescimento económico do país e o investimento porque é daí que nasce o emprego sustentável.

E acrescentou: "O investimento está a ser muito penalizado, não estamos a ter investimento, nem sequer público, e pergunto às esquerdas onde estão as reclamações sobre investimento público que é muito inferior agora do que era há um ano atrás".

Já quanto ao investimento privado, a centrista considerou que se ressente de um "clima de falta de confiança".

Perante isto, Assunção Cristas diz que não pode ficar tranquila, mas sim "muito preocupada e cada vez mais preocupada".

Quanto a um eventual aumento de pensões defendido pelo PCP e BE, no âmbito do Orçamento do Estado para 2017 (OE2017), a líder do CDS-PP defendeu que enquanto Portugal não estiver a crescer sustentadamente e a gerar riqueza não é possível dizer aos pensionistas da classe média que poderão ambicionar pensões mais elevadas.

"É preciso criar riqueza para que, sustentadamente, os rendimentos melhorem, mas no que são as pensões mais baixas defendemos, tal como no passado, que essas sejam sempre mais protegidas", realçou.

Sobre a apresentação ou não de propostas ao Orçamento do Estado, Assunção Cristas considerou que "ainda é muito cedo" para falar nisso, acrescentando que o partido tem uma tradição de frisar as suas posições.

Lusa

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.