sicnot

Perfil

Economia

Costa anuncia 3,3 milhões para promover reservas da UNESCO

O primeiro-ministro anunciou esta sexta-feira na ilha das Berlengas, ao largo de Peniche, que o Governo vai investir 3,3 milhões de euros na promoção externa das reservas da biosfera da UNESCO existentes a nível nacional.

Trata-se de uma "rede onde todos dão as mãos para valorizar e preservar esta parte do património da humanidade", afirmou António Costa na sua primeira visita à ilha.

O primeiro-ministro considerou que este trabalho de promoção externa é uma "iniciativa que constitui uma mais-valia para o país" e dá um contributo para "reforçar a coesão entre o continente e as regiões autónomas".

O programa de promoção externa, que conta com 3,3 milhões de euros, foi lançado pelo Ministério do Ambiente.

O ministro da tutela, João Pedro Matos Fernandes, defendeu que "Portugal não tem sabido aproveitar as áreas protegidas como ativos" nacionais, sendo esse o objetivo do programa.

O governante sublinhou a "cooperação" existente na rede de reservas da UNESCO a nível nacional como essencial para, através da promoção externa, dar "visibilidade a estes espaços" e assim contribuir para "criar riqueza" no país.

Em relação à Reserva Natural das Berlengas, o ministro do Ambiente disse que está a trabalhar em conjunto com o município de Peniche e outras entidades no sentido de fixar um limite de visitantes e o eventual pagamento de uma taxa de visita.

João Pedro Matos Fernandes adiantou que decidiu não validar a proposta de portaria, apresentada em junho pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, e que apontava para um limite máximo diário de 600 visitantes e de três desembarques pelas embarcações marítimo-turísticas.

Até agora, o limite fixado era de 300 visitantes por dia, mas o número era ultrapassado por não haver controlo de visitantes.

No arquipélago de que faz parte - o das Berlengas, que inclui ainda as ilhas de Estelas e Farilhões - nidificam seis espécies de aves marinhas: duas espécies de gaivotas, a cagarra (ou pardela), o corvo-marinho, o airo e o roque-de-castro.

O arquipélago, no distrito de Leiria, foi classificado em 2011 como Reserva Mundial da Biosfera pela UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura) e tem estatuto de reserva natural desde 1981.

A importância da conservação desta área natural à escala europeia foi reconhecida em 1997, ao ser classificada como Sítio da Rede Natura 2000 ao abrigo da Diretiva Habitats.

Em 1999, foi classificada como Zona de Proteção Especial para as Aves Selvagens ao abrigo da Diretiva Aves e está também classificada pelo Conselho da Europa como Reserva Biogenética.

Lusa

  • "Nem crise, nem diabo. Nada virá"
    0:44

    País

    O Primeiro-ministro mantém a promessa de cumprir as metas orçamentais abaixo do 3% e afirma estar em posição confortável para dizer que o valor ficará abaixo dos 2,5%. Durante a visita às Berlengas, António Costa deixou ainda avisos ao Presidente do PSD.

  • Primeiro-ministro visita Brasil e encontra-se com Temer

    País

    O primeiro-ministro inicia na segunda-feira uma visita de quatro dias ao Brasil, durante a qual participa numa receção promovida pelo recém-empossado presidente brasileiro, Michel Temer, antes da cerimónia de abertura dos Jogos Paralímpicos, no Rio de Janeiro.

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.