sicnot

Perfil

Economia

Quase 12 mil funcionários aderem ao programa de rescisões amigáveis da Petrobras

A petrolífera estatal brasileira Petrobras informou esta sexta-feira que 11.704 funcionários aderiram ao programa de rescisões amigáveis desde 01 de abril, sendo que as inscrições já foram encerradas.

Em comunicado, a empresa esclareceu, contudo, que "o número ainda pode ser alterado, em função de inscrições realizadas em papel e postadas até 31 de agosto", acrescentando que os empregados podem desistir da adesão "até a data de homologação da rescisão".

"O cronograma de desligamentos foi iniciado em 16 de junho e, até o momento, 2.450 empregados tiveram os seus contratos de trabalho encerrados", adiantou.

A empresa tinha como meta que "cerca de 12 mil empregados" aderissem ao programa, "com um custo previsto de 4,4 mil milhões de reais [1,213 mil milhões de euros] e uma economia esperada de 33 mil milhões de reais [9 mil milhões de euros] até 2020", lê-se na nota.

A Petrobras - que está no centro do maior caso de corrupção da história do Brasil, conhecido como Operação Lava Jato - teve perdas recordes em 2015, sendo prejudicada também pela queda do preço do barril de petróleo e pela desvalorização do real.

No primeiro trimestre deste ano, a empresa registou um prejuízo de 1,2 mil milhões de reais (330,8 milhões de euros), mas no segundo trimestre teve um lucro líquido de 370 milhões de reais (102 milhões de euros).

Lusa

  • Lula arguido fala em vingança política
    2:04

    Crise no Brasil

    Lula da Silva foi constituído arguido na Operação Lava Jato pelo crime de obstrução à justiça. O ex-presidente do Brasil é suspeito de tentar comprar o silêncio de um ex-director da Petrobras para travar a investigação do maior caso de corrupção do país. Lula diz que a acusação é uma vingança política e garante que está inocente.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.