sicnot

Perfil

Economia

Setor do calçado é um exemplo para "todos os industriais", diz PM

Setor do calçado é um exemplo para "todos os industriais", diz PM

O primeiro-ministro defende que o setor do calçado deve servir como exemplo para outras áreas na indústria nacional. Declarações de António Costa esta manhã na feira de Milão, em Itália. A indústria portuguesa de calçado regista deste sábado a terça-feira em Milão, "a maior presença de sempre" num evento no exterior, levando 98 empresas responsáveis por 8.000 empregos e 500 milhões de euros de exportações à feira MICAM.

  • Ter sapatos compensados para fazer crescer a economia "seria fantástico"
    1:55

    Economia

    O primeiro-ministro bem gostaria que fazer crescer a economia fosse tão fácil como já é hoje aumentar a altura dos homens, com sapatos compensados, mas como alternativa aponta a aposta na inovação de que o calçado português é exemplo. António Costa está em Milão, na maior feira de calçado do mundo, onde estão representadas 98 empresas portuguesas. O primeiro-ministro visitou e conversou com vários empresários e elogiou a capacidade de renascimento de uma indústria que considera exemplar.

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.