sicnot

Perfil

Economia

Ações do BPI caem 3,5% após notícia sobre retirada da OPA pelo CaixaBank

Ações do BPI caem 3,5% após notícia sobre retirada da OPA pelo CaixaBank

Os espanhóis do CaixaBank podem desistir da OPA lançada ao BPI. A família Violas, a maior acionista portuguesa do banco, quer travar a oferta e já interpôs duas providências cautelares. Na sequência desta informação, as ações do BPI seguem a recuar 3,5%, depois de terem registado quedas superiores a 5% a meio da manhã.

O arrastar do processo está a causar mau estar no grupo espanhol.

Pelas 12:15, os títulos do BPI seguiam a ceder 3,50% para 1,08%, depois de terem recuado 5,6% cerca de uma hora e meia antes. Isto acontece no dia em que um jornal espanhol indica que o CaixaBank pondera retirar a OPA sobre o banco.

A Lusa contactou o CaixaBank, que "não comenta" a notícia do jornal digital segundo a qual aquela entidade bancária irá retirar a OPA que lançou sobre o BPI se houver mais um revés judicial em Portugal.

Igualmente contactada pela Lusa, fonte do BPI disse não comentar a notícia avançada em Espanha.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.