sicnot

Perfil

Economia

Reembolsos ao FMI poderão ser cancelados este ano

A presidente da Agência de Gestão de Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP), Cristina Casalinho, revelou em entrevista que os reembolsos ao FMI poderão ser cancelados este ano.

Em entrevista ao jornal Negócios, publicada na sua edição de hoje, a presidente afirma estar orçamentado reembolsar ao Fundo Monetário Internacional (FMI) 6,6 mil milhões de euros, mas que há a possibilidade de 2,6 mil milhões "não serem utilizados para amortização".

Cristina Casalinho refere que parte dos 6,6 mil milhões de euros "depende da venda de um conjunto de ativos financeiros, que originalmente tinham a expetativa de arrecadação de quatro mil milhões" e que "havia um contributo financeiro de 2,6 mil milhões de euros", existindo a possibilidade de, "pelo menos", este último montante não ser utilizado "para amortização ao FMI".

"Os 2,6 mil milhões de euros, que de alguma forma faziam parte do compromisso de financiamento, estão assegurados. Ao nível do financiamento que foi incluído no programa, acreditamos que é exequível. Agora, estes 2,6 mil milhões [previstos para o FMI] podem ter outros destinos", explica.

A responsável acrescenta, contudo, que compete ao Governo definir prioridades, "portanto, a orientação será da tutela em relação a qual é o destino que será dado".

Nesta entrevista, em que refere que a recapitalização da Caixa Geral de Depósitos não terá impacto no financiamento deste ano, Casalinho afirma também que, "para além da questão do financiamento de origem dos fundos, o que as autoridades europeias e o FMI têm sempre dito é que estes pagamentos não podem pôr em causa o nível desejável da almofada de liquidez".

Questionada se continua confiante na execução orçamental, a presidente do IGCP refere que "não há nenhum sinal de que os 2,5% - a meta que a Comissão Europeia definiu - não serão cumpridos", acrescentando que, "mesmo que se afigure algum deslize, não se afigura que seja surpreendente".

"O entendimento da nossa equipa que acompanha a execução orçamental é que está dentro da nossa margem de erro", sustenta.

Nesta entrevista, que foi feita uma semana depois do anúncio da recapitalização da Caixa Geral de Depósitos (CGD), Casalinho adiantou ainda não estar prevista até ao final do ano nova emissão das Obrigações do Tesouro do Rendimento variável (OTRV) e que está já a ser pensado um novo "conjunto" de novos produtos de retalho.

Lusa

  • Presidente do IGCP espera conseguir reembolso antecipado ao FMI
    0:50

    Economia

    A presidente do IGCP não se compromete mas espera conseguir fazer mais um reembolso antecipado ao FMI, do programa de ajustamento, para que Portugal pague menos juros. Cristina Casalinho, a mulher que gere a dívida pública portuguesa, está em Nova Iorque a dar a conhecer Portugal aos investidores.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.