sicnot

Perfil

Economia

À espera de um novo iPhone

reuters

Esta quarta-feira é o dia de um dos acontecimentos tecnológicos mais aguardados do ano: a Apple deverá lançar os seus novos produtos, entre os quais o "rei da festa" - o novo iPhone, que deverá ter três modelos diferentes.

Os modelos deverão ser o iPhone 7, o iPhone 7 Plus e o iPhone 7 Pro (uma versão premium). O iPhone 7 deverá ter um ecrã de 4,7 polegadas, e os outros dois deverão ter ecrãs de 5,5 polegadas cada um.

O tradicional botão principal e do encaixe para os headphones deverá desaparecer, dando lugar a uma superfície tátil. Em vez do encaixe para os auriculares, deverão ser incluídas opções de conexão Bluetooth para headphones sem fios.

Os novos smartphones deverão ter capacidades de armazenamento de 32GB, 128GB e 256GB.

O iPhone 7 Plus deverá ter uma memória RAM de 3GB e ser o único dos três modelos a exibir uma câmara com dupla objetiva, ambas com qualidade de 12 megapixéis. À semelhança dos outros dois modelos, as câmaras do 7 Plus estão equipadas com quatro sensores.

O lançamento é feito numa altura em que a rical Samsung anunciou a retirada do mercado dos novos Galaxy Note 7, dveido a problemas com a bateria.

  • Mação volta a enfrentar dias de pânico
    3:33
  • Fogo obrigou à evacuação de 6 aldeias do concelho do Sardoal
    1:56

    País

    O incêndio que chegou ao Sardoal obrigou à evacuação de seis aldeias. As pessoas foram encaminhadas para as instalações da Santa Casa da Misericórdia e vão regressando ao longo do dia de hoje. A A23 foi reaberta de madrugada, depois de ter estado várias horas cortada nos dois sentidos .

  • Ministra admite que a maioria dos incêndios começaram por mão humana
    1:57

    País

    A Ministra da Administração Interna admitiu esta quarta-feira que a maioria dos incêndios deste ano começaram por mão humana, mas Constança Urbano de Sousa entende que é cedo para tirar outras conclusões. Já o vice-presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Adelino Gomes, diz que não há duvidas e fala em terrorismo organizado. 

  • Sismo na região de Lisboa sentido num raio de 150km
    3:19