sicnot

Perfil

Economia

Costa viaja para Atenas em preparação da cimeira informal dos estados-membros da UE

© Reuters

O primeiro-ministro, António Costa, estará na sexta-feira na capital da Grécia para uma cimeira de líderes dos países do sul da União Europeia (UE), que prepararão a cimeira informal dos estados-membros da UE marcada para a próxima semana.

A reunião, promovida por Atenas, contará, para além do primeiro-ministro helénico, Alexis Tsipras, e do seu homólogo português, com os chefes dos executivos de Chipre, França, Itália e Malta.

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, foi também convidado para a cimeira mas não marcará presença porque com o executivo espanhol em gestão a agenda internacional do chefe do Governo limita-se a cimeiras imprescindíveis. Estará presente, contudo, na reunião europeia informal de 16 de setembro em Bratislava (Eslováquia), encontro no qual o Reino Unido não irá participar e em que será debatido o futuro da União após o Brexit.

O plano de Tsipras para a reunião de sexta-feira passa por abordar com os seus parceiros mediterrânicos os desafios que a UE enfrenta nos planos económico, político e institucional, e procurar uma posição conjunta face aos diversos desafios.

Fontes do executivo helénico explicaram já que o encontro pretende também abordar a capacidade dos países do sul da Europa de influenciar a agenda europeia em questões como a defesa do acervo social europeu, o desenvolvimento económico e a crise de refugiados.

No começo do mês, António Costa revelou ao Público que levará a Atenas a ideia de se apoiar o "investimento na regeneração urbana contra o terrorismo", ao nível europeu, considerando o chefe do Governo, em declarações ao jornal, que "as pessoas estão preocupadas com o terrorismo, mas não veem qualquer imagem de coordenação das instituições e dos governos europeus, nomeadamente em relação aos refugiados".

A reunião dos chefes de Governo decorrerá na sexta-feira entre as 13:00 e as 16:30 de Atenas, mais duas que em Lisboa.

O desemprego jovem, as relações europeias com vários países (inclusive do norte de África), e políticas dedicadas ao "crescimento e investimento" económico irão marcar também a conversa dos líderes do sul da Europa, precisou fonte do gabinete de António Costa.

No domingo, Costa participa em Berlim num jantar a convite da chanceler alemã, Angela Merkel, naquele que será o terceiro encontro entre os dois desde que Costa é primeiro-ministro.

Fonte do Governo disse à agência Lusa que as iniciativas de Atenas e Berlim são dois dos principais encontros de carácter político da agenda europeia de António Costa e que servem de preparação para a reunião informal de Bratislava (Eslováquia) no próximo dia 16.

Quem também estará na capital grega mas já na quinta-feira, é a vice-presidente do PSD Maria Luís Albuquerque, que foi convidada pelo partido grego Nova Democracia para transmitir a sua experiência enquanto ex-ministra das Finanças.

Maria Luís é uma das oradoras da conferência "Melhores práticas europeias: uma força motriz para a Grécia" e abordará a "recuperação económica de Portugal", respondendo também a questões de vários dos presentes. A sessão arranca com a intervenção do líder da Nova Democracia, Kyriakos Mitsotakis, que recentemente esteve na Universidade de Verão do PSD.

Lusa

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.