sicnot

Perfil

Economia

Empresa responsável por multibancos quer adquirir Redunicre

A SIBS, responsável pelas máquinas multibanco em Portugal, pretende adquirir a Redunicre, negócio de pagamento com cartões bancários presente em mais de 50.000 estabelecimentos, segundo o aviso da Autoridade da Concorrência.

Segundo o aviso publicado esta quinta-feira na imprensa, a Autoridade da Concorrência recebeu uma notificação prévia de uma operação de concentração de empresas, a 1 de setembro passado, que consiste na aquisição pela SIBS SGPS da atividade de apoio à aceitação, por terceiros, de pagamentos com cartão de marcas representadas pela Unicre, que opera no mercado através da marca Redunicre.

Presente em mais de 50.000 estabelecimentos, a Redunicre é a marca de negócio da Unicre, responsável por disponibilizar ao mercado soluções para aceitação de pagamentos com cartões dos principais sistemas de pagamentos nacionais e internacionais (MB, Visa, MasterCard, Visa Electron, Maestro, VPay, Diners e JCB).

Já a SIBS detém participações sociais num conjunto de empresas especializadas em áreas de serviço do setor dos pagamentos eletrónicos.

Em comunicado, o grupo SIBS explicou que a aquisição do negócio de aceitação de pagamentos com cartão da Unicre (designado oficialmente de 'acquiring') permitirá complementar as suas atividades na cadeia de valor do mercado de soluções de pagamento.

"A operação de incorporação dos ativos da Redunicre pela SIBS surge no contexto das evoluções regulatórias, tecnológicas e de mercado que se manifestam a nível europeu, onde os principais operadores já operam na área de acquiring", explica o grupo em comunicado.

A presidente executiva da SIBS, Madalena Cascais Tomé, realçou que "este movimento visa alargar a oferta da SIBS e potenciar uma maior capacidade de expansão, para que possa continuar a afirmar a sua presença no mercado europeu e restantes mercados onde está presente".

Esta operação de concentração está ainda sujeita a negociações e às autorizações que são obrigatórias, atendendo à natureza das atividades em causa, refere a nota da SIBS, no dia em que foi publicado o aviso do processo de consulta pública pela Autoridade da Concorrência.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52