sicnot

Perfil

Economia

Marcelo vai vetar diploma que permite acesso aos dados bancários

Marcelo vai vetar diploma que permite acesso aos dados bancários

Apesar das críticas do Presidente da República, o Fisco vai ter acesso às informações dos contribuintes que tenham no banco mais de 50 mil euros, mesmo que estejam repartidos em várias contas, e mesmo que seja primeiro ou segundo titular. O diploma do Governo foi refeito para ser aceite por Marcelo, mas não é certo que passe em Belém.

  • CDS diz-se contra "cuscuvilhice fiscal"
    0:43

    Economia

    O CDS promete pedir a apreciação parlamenar sobre o diploma que permite o acesso do fisco a contas bancárias e que considera ser uma "cuscuvilhice fiscal". Os centristas entendem que não é líquido que o Presidente da República promulgue o diploma que permite ao fisco ser alertado para a existência de contas bancárias com saldo acima de 50 mil euros.

  • Acesso do fisco às contas bancárias é ilegal
    3:21

    Economia

    A Comissão Nacional de Proteção de Dados diz que é ilegal a intenção do Governo de aceder aos dados bancários de todos os contribuintes. A partir de 2017, o executivo quer ter acesso a todas as contas bancárias, mesmo que não haja indícios de fuga ao fisco. O ministério das Finanças justifica a medida com compromissos internacionais e admite que o diploma possa ser ajustado, mas sem pôr em causa a solução de fundo.

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras