sicnot

Perfil

Economia

Fernando Pinto satisfeito com concorrência da TAP com companhias low cost

O presidente executivo da TAP disse esta segunda-feira, no Funchal, que a estratégia comercial de redução de tarifas para concorrer com companhias 'low cost', que entrou em vigor a 01 de setembro, está a correr "excecionalmente bem".

"Nós vendemos no primeiro dia 6.000 passagens só nas tarifas 'low cost'", disse Fernando Pinto durante a cerimónia de assinatura de um protocolo com o Governo Regional da Madeira, no qual a TAP se compromete a aumentar os voos entre o continente e a região em 22% no período de inverno, o que significa passar de seis para sete diários.

O líder da companhia aérea portuguesa disse que a tarifa mais baixa de todas é a "campeã de direta de vendas", realçando que as passagens de baixo custo também são válidas para a Madeira.

Com uma redução média de 34% no nível tarifário mais baixo - Discount -, a TAP oferece desde o início do mês preços a partir de 32 euros por percurso, já com taxas incluídas, para destinos na Europa e no Norte de África (Argélia e Marrocos).

Os clientes passam a dispor de quatro opções para viajar em classe económica e duas em executiva às quais correspondem seis tarifas com serviços e ofertas diferentes.

Na sequência do protocolo com o Governo Regional, a TAP compromete-se a desenvolver ações de promoção nos principais mercados turísticos, nomeadamente Portugal, Alemanha, Escandinávia, Itália, Suíça, Estados Unidos e Rússia.

"Acho que é uma obrigação o que estamos aqui fazendo", afirmou Fernando Pinto, sublinhando que a Madeira está a crescer cada vez mais como destino no Atlântico, num processo em que a TAP também colabora.

O secretário regional da Economia, Turismo e Cultura e presidente da Associação de Promoção da Madeira, Eduardo Jesus, salientou, por seu lado, que as iniciativas acordadas em protocolo vão "facilitar a promoção e reforçar os meios e recursos", ao mesmo tempo que "abrem um leque de intervenção que antes não era possível".

Além do acréscimo de 22% da oferta da TAP no inverno, Eduardo Jesus destacou a decisão da companhia em reforçar com 50 voos o período entre o final deste ano e o princípio de 2017, uma vez que fora detetado "algum constrangimento" nessa época.

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.