sicnot

Perfil

Economia

Durão Barroso indignado com Comissão Europeia

JOS\303\211 COELHO

Durão Barroso acusa a Comissão Europeia de ser "inconsistente e "discriminatória" a propósito do novo cargo que vai ocupar no banco de investimento Goldman Sachs.

Numa carta enviada ao presidente da Comissão Europeia, e a que o Financial Times teve acesso, o ex-presidente da Comissão Europeia defende a decisão de ter aceitado o emprego na Goldman Sachs.

Durão Barroso diz que as alegações de falta de integridade são infundadas e discriminatórias contra ele próprio e contra a Goldman Sachs. Por isso, pretende saber se Jean Claude Juncker já tomou uma decisão e, se for o caso, quer entender como foi tomada, "por quem e com que fundamentos".

Barroso considera que está a ser alvo de ações discriminatórias que parecem ser incompatíveis com outras decisões tomadas relativamente a outros ex-membros da Comissão Europeia.

  • Provedora da Justiça europeia satisfeita com perda de privilégios de Barroso
    2:27

    Mundo

    A Provedora de Justiça europeia tem sido um dos elementos de pressão no caso Barroso, dizendo que está em causa a confiança dos cidadãos nas instituições europeias. Em entrevista à SIC e ao Expresso, Emily O'Reilly diz ainda que a Comissão pode pedir ao Tribunal de Justiça que suspenda a pensão de Durão Barroso, se concluir que o contrato com a Goldman Sachs não respeita os tratados.

  • Durão Barroso passa a ser recebido em Bruxelas como lobista
    1:50

    Economia

    Durão Barroso perde os privilégios de antigo presidente da Comissão Europeia. Passa a ser recebido em Bruxelas como um lobista, um representante de interesses. Todos os passos, contactos e encontros ficam documentados e passa a estar sujeito a uma série de obrigações para garantir a transparência da relação.

  • Durão Barroso perde privilégios em Bruxelas
    1:32

    Economia

    A Comissão Europeia quer ver o contrato de Durão Barroso com o Goldman Sachs e retirou-lhe os privilégios de ser recebido em Bruxelas como um ex-presidente do Executivo comunitário. O português passará a ser tratado em Bruxelas como lobista. Esta é a resposta de Jean-Claude Juncker à pressão da Provedora de Justiça Europeia.

  • Arderam mais duas casas em Mação

    País

    O presidente da Câmara de Mação, distrito de Santarém, disse esta quarta-feira que durante a tarde arderam duas casas em aldeias do concelho e que as chamas que lavram desde domingo estão longe de estar controladas.

  • "Nos últimos 14 anos alertámos que este dia iria voltar"
    3:50

    País

    O vice-presidente da Câmara de Mação diz que se sente humilhado com o recurso a meios espanhóis para o combate ao fogo no concelho. Em entrevista à SIC, António Louro, que é também engenheiro florestal, critica os vários governos e afirma que nada disto teria acontecido se tivessem ouvido os apelos desesperados da autarquia depois do incêndio que, em 2003, destruiu grande parte do concelho.

  • Sócrates diz que Direita quis impedi-lo de candidatura presidencial

    País

    O ex-primeiro-ministro José Sócrates reiterou esta quarta-feira, em declarações aos correspondentes estrangeiros em Portugal, que o processo judicial em que está envolvido resulta de uma campanha orquestrada pela direita para evitar a sua candidatura a Presidente da República.

  • Marcelo lembra ditadura para deixar elogios à liberdade de imprensa e separação de poderes
    0:29
  • Dia dos Avós nasceu em Penafiel
    1:48

    País

    O Dia dos Avós, que hoje se assinala, nasceu por iniciativa de uma habitante de Penafiel. A data foi celebrada no parque da cidade, com centenas de avós.

  • Trump proíbe transgéneros no exército norte-americano

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, anunciou esta quarta-feira que as pessoas transgénero não podem servir no exército dos Estados Unidos, justificando a decisão com os "custos médicos enormes" e as perturbações que tal situação envolve.

  • Oposição tenta travar eleição da nova Assembleia Constituinte na Venezuela
    2:14