sicnot

Perfil

Economia

Empréstimos a particulares para habitação voltam a cair em julho

Os empréstimos concedidos pelos bancos a particulares com o destino habitação continuaram a cair em julho (-2,9%) em termos homólogos, assim como os concedidos a sociedades não financeiras (-2,2%), segundo dados divulgados esta terça-feira pelo Banco de Portugal (BdP).

Em junho, as taxas de variação anual (tva) destes empréstimos já haviam sido negativas em 3,0% e 2,5%, respetivamente.

Os depósitos de particulares nos bancos residentes, por sua vez, aumentaram em julho, 2.031 milhões de euros, totalizando 142,8 mil milhões de euros no final do mês.

"Este acréscimo refletiu-se numa tva de 3,6%, valor idêntico ao observado para a área do euro", nota o BdP.

O BdP divulgou também esta terça-feira que, em julho, a taxa de juro média dos novos empréstimos concedidos a sociedades não financeiras foi de 3,14%, 20 pontos base superior à do mês anterior.

Segundo refere, a subida das taxas de juro registou-se quer nas operações de montante superior a um milhão de euros quer nas de valor inferior, com as taxas de juro médias a passarem, respetivamente, de 2,35% para 2,69% e de 3,33% para 3,45%.

Nas novas operações de crédito concedidas a particulares, as taxas de juro médias para as finalidades de habitação e consumo foram de 1,94% e 7,50%, respetivamente, enquanto o valor da taxa de juro média do crédito para outros fins foi de 3,80%.

De acordo com o BdP, os volumes de novas operações para as finalidades de habitação e consumo ascenderam a 485 milhões de euros e 299 milhões de euros, respetivamente.

Em julho de 2016, a taxa de juro média dos novos depósitos até um ano de sociedades não financeiras fixou-se em 0,19% (0,18% em junho), sendo que no caso dos particulares o valor médio da taxa de juro de novos depósitos até um ano foi de 0,37% (0,40% em junho), o que corresponde a um novo mínimo da série.

Lusa

  • Hoje joga Portugal (mas antes há um Uruguai-Rússia em direto na SIC)

    Mundial 2018 / O Mundial

    Começa a última jornada da fase de grupos do Mundial, com quatro jogos por dia. Às 15:00, numa partida transmitida em direto na SIC, a anfitriã Rússia e o Uruguai resolvem qual poderá ser o adversário de Portugal nos oitavos de final. Isto, dependendo claro da prestação da seleção nacional frente ao Irão, ao fim da tarde, uma vez que a qualificação não está garantida (e pode até depender do resultado do Espanha-Marrocos).

  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02