sicnot

Perfil

Economia

DBRS não vê necessidade de um novo resgate

Exclusivo SIC

Só em março, registaram-se 3,1 milhões de dormidas em alojamentos de todo o país. (Arquivo)

© Nacho Doce / Reuters

A agência de notação financeira DBRS considera que um pedido de resgate pode ser necessário se reforçar a capacidade de um governo, e não especificamente do executivo português, de dar resposta aos pagamentos de dívida que tem em agenda. Em resposta a várias questões enviadas pela SIC, por email, a agência diz que essa hipótese poderia mesmo ser positiva em termos de crédito.

A DBRS realça, no entanto, que não faz recomendações a favor ou contra uma determinada política ou um programa específico.

Quanto à injeção de capital na Caixa Geral de Depósitos (quatro milhões d euros), a agência de rating sublinha que essa operação vai ter impacto na dívida, sem que isso signifique no entanto a necessidade de uma maior necessidade de financiamento, ao longo deste ano.

A DBRS sublinha ainda, nesta resposta à SIC, o fraco crescimento da economia portuguesa, abaixo das expectativas. Destaca o consumo privado como um motor do crescimento, apesar da forma moderada, que tem contribuido para o PIB.

Assinala ainda o que considera ser uma execução orçamental dentro da linha do previsto.

  • Segundo resgate a Portugal é uma "não notícia"
    0:36

    Economia

    António Costa diz que o tema de um possível segundo resgate a Portugal é uma "não notícia". O primeiro-ministro comentou esta quarta-feira a resposta que a agência de rating DBRS deu à SIC, onde afastou a necessidade de um novo pedido de resgate.

  • "Mais vale dedicar-se à caça de Pokémons"
    2:05

    Economia

    É o desafio, ainda que indireto, de António Costa a Passos Coelho. Reagindo aos eventuais riscos de um novo resgate, o primeiro-ministro garantiu que ninguém vai conseguir encontrar o diabo anunciado pelo líder do PSD.

  • Centeno afasta cenário de resgate e admite aumento dos impostos indiretos
    2:23

    Economia

    O ministro das Finanças volta a admitir um aumento dos impostos indiretos no próximo ano. No Parlamento, onde está a ser ouvido, Mário Centeno garante que as alterações fiscais terão o mesmo padrão que tiveram este ano. Ou seja, vai continuar a reduzir o IRS, mas abre a porta a um novo aumento dos combustíveis, do tabaco e do álcool.

  • "Classes médias altas podem vir a pagar mais"
    5:08

    Opinião

    José Gomes Ferreira considera que o ministro das Finanças "fez um erro político complicado" ao admitir que estava a combater um problema iminente de um segundo resgate. Mário Centeno admitiu hoje no Parlamento também que os impostos indiretos podem aumentar. As "classes médias altas podem vir a pagar mais e classes médias baixas podem pagar menos", diz José Gomes Ferreira.

  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.