sicnot

Perfil

Economia

FMI retoma financiamento da Ucrânia com mil milhões de dólares

O Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciou esta quarta-feira que aprovou a concessão de mil milhões de dólares (890 milhões de euros) à Ucrânia, retomando o seu financiamento a este país, que estava suspenso devido a problemas na luta anticorrupção.

Em comunicado, o FMI indicou que tinha feito o segundo exame do plano de apoio à Ucrânia, aprovado em março de 2015, num total de 17,5 mil milhões de dólares, e que autorizou este novo financiamento, que eleva para 7,6 mil milhões o total já transferido.

O programa do FMI tem a pretensão formal de "apoiar o programa económico do governo, que pretende colocar a economia no caminho da recuperação, restaurar a sustentabilidade externa, reforçar as finanças públicas, manter a estabilidade financeira e apoiar o crescimento económico com reformas estruturais e de governação, protegendo ao mesmo tempo os mais vulneráveis".

A diretora do FMI, Christine Lagarde, destacou, no texto distribuído, que, da avaliação feita, constata-se que "apesar de o programa enfrentar riscos substanciais desde o seu início e de não ter atingido muitos dos seus objetivos, é visto como uma âncora importante num ambiente de incerteza".

Lusa

  • Avião cruza-se com drone a 900 metros de altitude
    2:01
  • Depois do Fogo
    23:30
  • "A culpa morre sozinha?"
    0:41

    Opinião

    Luís Marques Mendes não acredita que o Ministério Público não formule uma acusação de homicídio por negligência e que não haja demissões na sequência do incêndio de Pedrógão Grande. O comentador da SIC debateu o tema este domingo no Jornal da Noite da SIC.

    Luís Marques Mendes

  • Naufrágio na Colômbia registado em vídeo
    2:11
  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.

  • Trump quebra tradição da Casa Branca com 20 anos

    Mundo

    Donald Trump decidiu não fazer um jantar de celebração pelo fim do Ramadão, o mês em que os muçulmanos cumprem jejum entre o nascer e o pôr do sol. O Presidente dos Estados Unidos quebrou a tradição da Casa Branca, pela primeira vez em 20 anos.