sicnot

Perfil

Economia

"Não aceito que leite seja vendido mais barato que água"

"Não aceito que leite seja vendido mais barato que água"

O presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, reafirmou o apoio de Bruxelas aos agricultores, no discurso do estado da União.

"O setor leiteiro foi afetado pelo embargo da Rússia e a Comissão Europeia mobilizou montantes significativos para ajudar os agricultores", disse Juncker. "Não aceito que o leite seja vendido a um preço mais baixo do que a água", adiantou.

Portugal vai receber um montante que atinge quase os quatro milhões de euros. Esta verba faz parte da primeira tranche de apoios de Bruxelas, no valor global de 350 milhões de euros, que será repartida pelos 28 Estados-Membros.

Uma segunda tranche, no valor de 150 milhões, será utilizada para premiar os produtores que aceitarem reduzir a produção.

Com Lusa

  • Juncker lamenta Brexit mas diz que UE não está em risco
    0:34

    Economia

    O presidente da Comissão Europeia admite que a União Europeia está a travessar uma crise mas garante que não está em risco. No discurso da União, em Estrasburgo, Jean Claude Juncker voltou a lamentar o Brexit mas espera agora que o processo se conclua o mais rápido possível.

  • Ministro da Agricultura diz que é preciso "domesticar" o mercado do leite
    2:13

    Economia

    O ministro da Agricultura diz que é preciso "domesticar" o mercado da produção de leite e, por isso, o governo prepara-se para disponibilizar um conjunto de verbas aos produtores portugueses, penalizados pelo fim das cotas leiteiras na Europa. É a resposta de Capoulas Santos às pretensões dos produtores que, esta manhã, protestaram à porta da AGROSEMANA, a Feira Agrícola da AGROS.

  • Governo admite que pacote de ajuda da UE para o setor leiteiro pode não ser suficiente
    1:26

    Economia

    Em conselho de ministros, Capoulas Santos afirmou que o pacote de ajuda da União Europeia para os produtores de leite é o mais generoso mas admite que pode ser insuficiente. O ministro da Agricultura explicou que os produtores do continente podem receber até 90 euros por cada vaca. O governo aprovou também uma nova legislação que acelera o licenciamento das aquiculturas com o objetivo de duplicar o número de explorações de viveiros de aquicultura até 2020.

  • Agricultores em protesto contra a redução do preço do leite
    1:39

    País

    Os agricultores da região de Aveiro fizeram uma marcha lenta de tratores contra a redução do preço do leite. Os produtores queixam-se do fim do sistema de quotas e das grandes superfícies. A marcha juntou perto de 40 tratores para exigir melhores preços. O Governo já anunciou um reforço das ajudas ao sector.

  • Sessão solene no Parlamento e desfile popular nas celebrações do 25 de Abril

    País

    Os 43 anos da Revolução dos Cravos são hoje comemorados com a sessão solene no Parlamento e o tradicional desfile popular, tendo o Presidente da República escolhido o 25 de Abril para condecorar, a título póstumo, Francisco Sá Carneiro. A SIC Notícias acompanha esta manhã a sessão solene na Assembleia da República. Veja aqui em direto.

  • Desconhecem-se as causas do incêndio na fábrica da Tratolixo
    0:43

    País

    Os moradores de Trajouce, em São Domingos de Rana, não ganharam para o susto com um incêndio nas instalações da empresa de resíduos Tratolixo.O alerta foi dado por populares e trabalhadores da empresa. O vento foi o maior problema dos bombeiros no combate às chamas durante a noite. No local estiveram 133 homens, apoiados por 51 viaturas.Desconhecem-se para já as causas do incêndio. O incêndio foi circunscrito de madrugada, mas pode demorar algumas horas a ser dominado.

  • ASAE encerra em média um restaurante por dia
    1:33
  • Duas execução no mesmo dia pela primeira vez em 17 anos nos EUA

    Mundo

    O estado norte-americano do Arkansas (sul) executou, na noite de segunda-feira, dois condenados à morte, o que sucede pela primeira vez em 17 anos no país, anunciou a procuradora-geral daquele estado. Jack Jones e Marcel Williams, condenados separadamente na década de 1990 à pena capital por violação e assassínio, receberam uma injeção letal depois de diferentes tribunais terem rejeitado os respetivos recursos, afirmou Leslie Rutledge, em comunicado.