sicnot

Perfil

Economia

Nem 2,7% nem sequer 3%

Nem 2,7% nem sequer 3%

Maria Luís Albuquerque não acredita que o Governo consiga alcançar a meta do défice prevista para este ano. Declarações da ex-ministra das Finanças ao Negócios da Semana da SIC Notícias​.

  • A resposta do ministro que lançou a polémica sobre um segundo resgate
    2:49

    Economia

    A polémica sobre o eventual risco de um novo programa de assistência financeira a Portugal surgiu na sequência de uma entrevista de Mário Centeno a uma televisão económica dos Estados Unidos. Quando a jornalista lhe perguntou se fará o que for preciso para evitar um novo resgate, o ministro das Finanças respondeu sem recusar de imediato essa hipótese e abriu espaço às críticas da oposição.

  • Impostos indiretos vão mesmo aumentar
    2:28

    Economia

    O Governo vai mesmo aumentar os impostos indiretos no próximo ano. Esta quarta-feira, no Parlamento, Mário Centeno garantiu que vai continuar a reduzir o IRS. Contudo, terá de subir outros impostos, como por exemplo, sobre os combustíveis, tabaco e álcool. Já o IVA permanece intocável.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.