sicnot

Perfil

Economia

PSD e CDS questionam se Costa mandou Centeno apanhar Pokémons

© Lusa

O PSD e o CDS-PP questionaram esta quarta-feira se o primeiro-ministro, António Costa, não terá mandado o ministro das Finanças dedicar-se à caça de Pokémons, depois das declarações de Mário Centeno sobre um eventual novo resgate.

"Não sei se o senhor primeiro-ministro estava a mandar o senhor ministro da Finanças caçar Pokémons, porque acabou de dizer que quem fala de resgate deve dedicar-se à caça de Pokémons. Além de ter pouco nível na resposta, parece que é consigo, mas eu espero que não", criticou o deputado do PSD António Leitão Amaro, no parlamento.

Depois, durante o debate na Comissão parlamentar de Orçamento, Finanças e Modernização Administrativa, o deputado do CDS João Almeida considerou que "o senhor ministro das Finanças ou enganou o país ou enganou o primeiro-ministro".

"É que vendo alguns comentários do senhor primeiro-ministro relativamente a matérias que são da sua responsabilidade, designadamente sobre falar ou não de resgate, parece que o próprio ministro foi enganado sobre as previsões do senhor ministro", disse o deputado centrista.

As posições dos dois deputados no parlamento surgem depois de o primeiro-ministro ter defendido hoje que não tem o menor cabimento colocar-se um cenário de segundo resgate financeiro a Portugal e sugeriu que quem espera o "diabo" melhor fará em dedicar-se a caçar "pokémons", numa indireta ao PSD.

Interrogado pelos jornalistas sobre o facto de a agência de rating Moody's ter afastado um cenário de segundo resgate financeiro a Portugal, o líder do executivo respondeu: "Nunca estive intranquilo, porque sempre disse que não faz sentido, não tem qualquer cabimento, falar em qualquer tipo de resgate".

Mais à frente, numa alusão indireta às previsões económico-financeiras do PSD, António Costa declarou que "quem anda à procura de encontrar o diabo mais vale dedicar-se à caça de pokémons, porque caçar pokémons é mais fácil do que encontrar o diabo".

Na segunda-feira, o ministro das Finanças, Mário Centeno, disse, numa entrevista à estação televisiva norte-americana CNBC, que Portugal fará o necessário para evitar um segundo resgate financeiro.

Hoje, e interrogado sobre a entrevista pelo deputado do PSD Duarte Pacheco no parlamento, Mário Centeno esclareceu: "Limitei-me a responder a uma pergunta. Limitei-me a dizer qual é a política do Governo na área fiscal, na área das reformas e na área do sistema financeiro. São políticas consistentes com a estabilidade da economia portuguesa e no seu crescimento e é essa a preocupação do Governo".

Lusa

  • "Mais vale dedicar-se à caça de Pokémons"
    2:05

    Economia

    É o desafio, ainda que indireto, de António Costa a Passos Coelho. Reagindo aos eventuais riscos de um novo resgate, o primeiro-ministro garantiu que ninguém vai conseguir encontrar o diabo anunciado pelo líder do PSD.

  • Passos não comenta acusações de António Costa
    0:28

    País

    Em reação a António Costa, o líder o PSD recusa-se a comentar que o partido ande à caça de Pokémons, tal como disse esta manhã o primeiro-ministro. Relativamente à possibilidade de um novo resgate, Passos Coelho rejeita que tal hipótese deva ser considerada.

  • Vídeo 360º: nos céus de Lisboa como nunca esteve

    País

    Três Alpha Jet da Força Aérea Portuguesa estiveram presentes sobre o Jamor, durante a final da Taça entre o Benfica e o Vitória de Guimarães. A SIC e o Expresso acompanharam a passagem das aeronaves através da colocação de câmaras 360º no cockpit de duas delas.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John McCain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • Gelado de champanhe no centro de mais uma polémica que envolve Ivanka Trump 

    Mundo

    A filha do Presidente Donald Trump está envolvida em mais uma polémica depois de uma publicação da sua marca no Twitter durante o Memorial Day, assinalado esta segunda-feira. Feriado nacional nos Estados Unidos, criado após a Guerra Civil, a data presta homenagem aos militares americanos que morreram em combate. Um dia solene, no qual muitos acolheram mal a dica da marca da atual conselheira da Casa Branca: "Façam gelados de champanhe".

  • Morreu Yoshe Oka, a "hibakusha" que avisou o Japão sobre o ataque a Hiroshima

    Mundo

    Yoshe Oka, a primeira sobrevivente de Hiroshima que informou por telefone as autoridades japonesas sobre a destruição da cidade, em 1945, morreu com 86 anos, vítima de cancro, revelou hoje a família. A "hibakusha", nome pelo qual são conhecidos os sobreviventes dos ataques a Hiroshima e Nagasaki, sofria de doenças relacionadas com os efeitos do bombardeamento. Apesar das consequências do ataque, Oka difundiu, ao longo da vida, a experiência sobre o bombardeamento tendo participado em inúmeros atos pacifistas.