sicnot

Perfil

Economia

Governo da Madeira não vai aplicar novo imposto sobre os imóveis

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, afirmou este domingo que não será aplicado qualquer imposto sobre os prédios e os imóveis na região autónoma, independentemente da decisão que seja tomada a nível nacional.

"Quero deixar claro que, independentemente dos jogos de palavras e da retórica que seja introduzida relativamente ao aumento fiscal que potencialmente vai ocorrer na República, nós aqui na Madeira, relativamente ao imobiliário, não vamos acompanhar", disse Miguel Albuquerque.

O presidente do Governo Regional, que fez estas declarações num discurso na Festa do Pêro, na freguesia da Ponta do Pargo, concelho da Calheta, na zona oeste da Madeira, estabelece assim a posição do executivo face à proposta em discussão entre a maioria de esquerda que apoia o Governo para um novo imposto sobre o imobiliário, que será progressivo e aplicado em paralelo com o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) a proprietários com património avaliado acima dos 500 mil euros.

"Quero-vos dizer aqui, de uma forma muito clara, que a Região Autónoma da Madeira, independentemente da decisão que seja tomada a nível nacional para a subida de impostos ao nível do imobiliário, não vai subir os impostos sobre os prédios e os imóveis na Madeira", sublinhou Miguel Albuquerque.

O chefe do executivo disse que é fundamental manter a "confiança" e um "rumo coerente" no sentido de prosseguir com a recuperação da economia regional.

"Nós precisamos de investimento, precisamos de investimento estrangeiro e a única forma de o fazer é criar condições de segurança e de atratividade para quem quer investir na Madeira", vincou.

Miguel Albuquerque lembrou ainda que setor do imobiliário na Madeira subiu 36% de 2014 para 2015, sendo que este ano, no primeiro trimestre, voltou a crescer mais 8%.

O número de licenciamentos para habitação própria também subiu no primeiro semestre 137%, relativamente ao ano passado.

"É evidente que sentimos hoje uma nova confiança em termos de investimento e em termos de dinamização da nossa economia", disse.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.

  • Tribunal chinês iliba jovem executado há 21 anos

    Mundo

    Nie Shubin foi fuzilado em 1995, na altura com 20 anos, depois de ter sido condenado por violação e assassinato de uma mulher, na cidade de Shijiazhuang. Agora, a justiça chinesa vem dizer que, afinal, o jovem era inocente, uma vez que não foram encontradas provas suficientes para o condenar.