sicnot

Perfil

Economia

BE garante que imposto é para quem acumula habitações de luxo

BE garante que imposto é para quem acumula habitações de luxo

Catarina Martins disse esta segunda-feira que o novo imposto sobre o património não é para quem tem duas habitações ou recebeu uma casa de herança, mas para quem acumula habitações de luxo. A explicações surgem no mesmo dia em que, num artigo de opinião, Helena Roseta se distancia de António Costa.

  • "Taxar riqueza não é taxar poupança"
    3:52

    Economia

    Mariana Mortágua esclarece que taxar riqueza não é a mesma coisa que taxar poupança, após ter defendido que é preciso perder a vergonha de ir buscar dinheiro a quem está a acumular riqueza. A deputada do BE explicou-se esta segunda-feira no Twitter. As declarações dividem os socialistas e a oposição diz que Mortágua parece ser a nova ministra das Finanças.

  • Governo não recua na criação de novo imposto sobre imóveis
    2:59

    Economia

    Apesar das críticas, o governo garante que não vai recuar na criação de um novo imposto sobre o setor imobiliário.O valor tributável será no entanto diferente do que pretende o Bloco de Esquerda. O valor referência que está a ser usado usado pelo Ministério das Finanças é um milhão de euros, igual ao limite usado pelo governo PSD-CDS quando introduziu o imposto de selo sobre o património.

  • Curiosidades sobre o Mundial da Rússia
    3:08
  • Inocência e talento marcaram o 9.º dia de Mundial
    0:56
  • Ronaldo no País dos Sovietes: Algumas curiosidades
    1:54
  • O choro intenso de Neymar explicado pelo próprio
    0:51
  • A queda aparatosa do selecionador do Brasil
    0:05
  • Dia de limpezas em Chaves após violenta tempestade
    2:44
  • Athanasia, uma mulher sem medo das alturas
    0:35

    Mundo

    É grega, chama-se Athanasia Athineau, tem 29 anos e pertence à unidade de forças especiais da Grécia. O salto que podemos ver é de 10 mil pés, mas Athanasia faz também saltos de 30 mil. Neste caso, caíu a uma velocidade de 250 quilómetros por hora antes de abrir o pára-quedas.

  • Talheres de Hitler vendidos por 14 mil euros

    Mundo

    Um conjunto de duas facas, três colheres e três garfos de prata, que pertencia a Adolf Hitler, foi vendido em Dorset, Inglaterra, pelo valor de 12.500 libras (aproximadamente 14.200 euros). O serviço de talheres foi criado no âmbito das celebrações do 50.º aniversário do ditador nazi.

    SIC