sicnot

Perfil

Economia

Confiança dos consumidores piora em agosto mas clima económico melhora

O indicador de confiança dos consumidores piorou em agosto pelo quarto mês consecutivo e o clima económico melhorou em julho e agosto, segundo dados esta segunda-feira divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

De acordo com o INE, o indicador de confiança dos consumidores (calculado através de inquéritos a particulares) piorou em agosto, alcançando os -13,3 pontos (11,9 pontos em maio, -12,6 pontos em junho e -13,0 pontos em julho).

"O indicador quantitativo do consumo privado desacelerou entre maio e julho, refletindo, em larga medida, o crescimento menos expressivo do consumo duradouro no último mês", refere o INE.

O indicador de clima económico (calculado através de inquéritos a empresas de vários setores de atividade), por sua vez, melhorou em agosto para os 1,4 pontos (1,3 pontos em julho e 1,2 pontos em junho).

O indicador de atividade económica, por sua vez, diminuiu entre junho e julho (dos 1,8 pontos para os 1,5 pontos).

O indicador de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) diminuiu em julho, "em resultado do contributo mais negativo da componente de construção e do contributo menos positivo da componente de material de transporte", acrescenta o INE.

Os indicadores de confiança do INE são calculados através de médias móveis de três meses dos saldos de respostas extremas a inquéritos. Um número negativo significa que houve mais respostas pessimistas do que otimistas.

Lusa

  • Governo quer aumentar fiscalização a baixas fraudulentas
    1:10

    País

    O Governo quer criar uma bolsa de médicos para fiscalizar quem recebe o subsídio por doença. A intenção foi manifestada à TSF pela secretária de Estado da Segurança Social. Em 2016 foram detetados mais de 56 mil trabalhadores com baixa médica que afinal estavam aptos para trabalhar.

  • Novo motim em prisão brasileira do Rio Grande do Norte

    Mundo

    Um motim ocorreu esta segunda-feira de madrugada numa prisão do estado brasileiro de Rio Grande do Norte, sem fazer feridos ou mortos, depois de uma rebelião numa outra prisão do mesmo estado ter feito 26 mortos no fim de semana.

  • Cheias e derrocadas destroem várias casas no Peru
    0:42

    Mundo

    Um deslizamento de terras seguido de uma inundação destruiu várias casas no Peru. As imagens mostram o momento em que o deslizamento acontece e o caos que se gerou. O trânsito ficou cortado e as inundações que se seguiram obrigaram várias pessoas a abandonar as suas habitações.