sicnot

Perfil

Economia

Centeno escreve carta aos eurodeputados com argumentos contra congelamento de fundos

Mário Centeno pede aos eurodeputados que aconselhem a Comissão a não avançar com o congelamento de fundos a Portugal. Na carta enviada ao Parlamento Europeu, o ministro das Finanças diz que a suspensão parcial de fundos teria efeitos negativos no crescimento e, consequentemente, nas contas públicas.

Na carta a que a SIC teve acesso, Mário Centeno explica que o congelamento de fundos teria consequências mais negativas do que a aplicação de uma multa. E argumenta que, se os esforços de Portugal foram suficientes para cancelar a multa, então também devem ser suficientes para evitar a suspensão parcial de fundos.

O ministro diz ainda que a mera possibilidade de uma suspensão teria efeitos negativos no investimento, no crescimento e na solidez das contas públicas. E adianta que tornaria mais difícil o cumprimento do Pacto de Estabilidade e Crescimento.

O documento enviado aos eurodeputados das comissões de assuntos económicos e do desenvolvimento regional termina com um pedido. Diz Centeno que "o Parlamento Europeu está numa posição chave para aconselhar a Comissão Europeia a fazer uma proposta de não imposição de qualquer suspensão de Fundos.

  • Governo argumenta contra congelamento de fundos comunitários
    0:55

    Economia

    O ministro das Finanças Mário Centeno enviou uma carta aos eurodeputados que vão participar no diálogo com a Comissão Europeia sobre o congelamento de fundos estruturais. O documento inclui argumentos contra a suspensão parcial em 2017. A secretária de Estado dos Assuntos Europeus diz que o Governo português está disponível para dar mais esclarecimentos ao Parlamento Europeu.

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John Mccain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06
  • Menos casos de sida em Portugal
    1:44