sicnot

Perfil

Economia

Portugal coloca 2.250 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro com taxas negativas

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters (Arquivo)

Portugal colocou hoje no mercado 2.250 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro com taxas negativas. O montante ultrapassa objectivo inicial em 500 milhões de euros.

Segundo a página da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) na Bloomberg, a 12 meses foram colocados 1.750 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro (BT) à taxa de juro de -0,014%, mais baixa do que a registada em julho, quando foram colocados 1.360 milhões de euros a uma taxa positiva de 0,038%.

A seis meses, foram colocados 500 milhões de euros em BT à taxa de -0,033%, ainda mais negativa do que a de -0,003% verificada em julho último quando foram colocados 554 milhões de euros.

A procura atingiu 2.795 milhões de euros para os BT a 12 meses, 1,60 vezes superior ao montante colocado, e 1.020 milhões de euros para os BT a seis meses, mais do dobro da oferta.

O IGCP tinha anunciado para hoje dois leilões de BT a seis e 12 meses entre 1.500 milhões de euros e o montante máximo de 1.750 milhões de euros.

Segundo o diretor da gestão de Ativos do Banco Carregosa, Filipe Silva, "Portugal continua a emitir com sucesso e os investidores continuam a ter apetite por dívida portuguesa".

"A conseguir taxas negativas nos dois prazos, não admira que Portugal tenha aproveitado para emitir 500 milhões de euros a mais do que o que tinha como objetivo, até porque nas últimas semanas houve um agravamento do prémio de risco da dívida portuguesa, sobretudo na dívida mais longa", referiu Filipe Silva.

Com Lusa

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.

  • 700 milhões para armamento e equipamento militar
    1:16

    País

    Portugal vai investir nos próximos anos 700 milhões de euros em armas e equipamento militar. Segundo a imprensa de hoje, o objetivo é colocar algumas áreas das Forças Armadas a um nível similar ao dos outros aliados da NATO. É o maior volume de programas de aquisição dos últimos anos e parte das verbas vão beneficiar a indústria portuguesa que fabrica aviões, navios-patrulha, rádios e sistemas de comando e controlo.

  • Princesa Diana morreu há 20 anos. Filhos falam pela 1ª vez da intimidade
    1:15