sicnot

Perfil

Economia

Envelhecimento da população pode levar a insustentabilidade da dívida

O Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou esta quinta-feira que a diminuição da população portuguesa pode aumentar a despesa pública em sete pontos do PIB, representando uma "ameaça séria" não só às finanças públicas mas também à sustentabilidade da dívida.

"O declínio previsto para a população de Portugal representa uma ameaça séria às finanças públicas portuguesas. Nesse cenário, a despesa pública relacionada com o envelhecimento aumentaria mais de sete pontos percentuais do Produto Interno Bruto (PIB) e a dívida pública tornar-se-ia insustentável", afirma o FMI num relatório sobre os impactos adversos do desenvolvimento demográfico em Portugal divulgado hoje.

Este relatório, que foi divulgado em conjunto com os documentos referentes às missões de monitorização pós-programa e no âmbito do artigo IV, que decorreram em junho, parte de projeções das Nações Unidas (ONU), que preveem que a população de Portugal diminua 29% entre 2015 e 2100 -- quase três vezes mais do que a média da zona euro (9%).

Neste cenário, o FMI admite que a despesa com o envelhecimento aumente 6,1 pontos percentuais do PIB até 2050 e 7,4 pontos percentuais até 2100.

A maior parte dessa despesa seria feita com saúde -- 5,8 pontos percentuais do PIB em 2050 e 8 pontos em 2100 -, o que representa "o maior rácio de despesa com saúde face ao PIB" perante os países comparáveis (como Espanha) e "uma grande diferença face à média da zona euro".

Já no que diz respeito aos gastos com pensões, o FMI admite que a despesa aumente até 2035, em 1 ponto percentual (acima dos 0,6 pontos da média da zona euro), começando a diminuir gradualmente a partir desse ano, "à medida que as reformas recentes comecem a gerar poupanças orçamentais significativas", mas, mesmo assim, deve "permanecer largamente acima da média do euro".

Assim, o FMI deixa um aviso: "O envelhecimento da população em Portugal, se não for contrariado, pode pôr a dívida pública numa trajetória insustentável".

O Fundo justifica esta posição com os custos com a saúde, uma vez que "o envelhecimento da população deve aumentar mais rapidamente do que o crescimento económico".

Para a instituição sediada em Washington, enfrentar este "grande desafio orçamental" exige uma ação política no curto prazo, através de "políticas que promovam o aumento do crescimento potencial".

Para o FMI, e uma vez que "Portugal é um dos poucos países desenvolvidos do mundo que já está a experienciar um declínio na população recentemente", existe uma "grande urgência" para reformar o sistema de pensões.

"Isto poderia conter a pressão de despesa no curto prazo, ao mesmo tempo que garantia mais equidade entre os pensionistas atuais e as gerações futuras. Por fim, as reformas para reduzir os custos com saúde devem avançar para garantir que são orçamentalmente sustentáveis", defende a instituição.

Lusa

  • Atirador canadiano mata combatente do Daesh a 3,5km de distância

    Mundo

    Um atirador das Forças Especiais do Canadá matou um combatente do Daesh com um tiro disparado a 3,5 quilómetros de distância, no passado mês de maio, no Iraque. O Comando de Operações Especiais canadiano garantiu à BBC que a distância do disparo, realizado com sucesso, é já considerada um recorde na história militar.

  • Revelada a verdadeira identidade de Banksy?

    Cultura

    O músico e produtor Goldie pode ter revelado a identidade do artista mais conhecido por Banksy, durante uma entrevista ao podcast do rapper Scroobius Pip. Goldie referiu Robert Del Naja de forma acidental e os fãs acreditam que a identidade do artista britânico foi finalmente desvendada.

  • "Mãe, por favor, para de dizer asneiras. Não quero que leves um tiro"
    0:51

    Mundo

    O Departamento de Investigação da Polícia do Minnesota divulgou esta sexta-feira um vídeo com imagens de um incidente que levou à morte de um afro-americano pela polícia, nos Estados Unidos da América. Em julho de 2016 um polícia atingiu mortalmente Philando Castile, de 32 anos, durante uma operação de controlo rodoviário. O homem procurava os documentos de identificação quando o polícia disparou quatro tiros. Nas imagens é possível ver o desespero da filha da companheira de Philiando Castile, minutos depois de ter visto o padrasto a morrer. O agente responsável pela morte de Castile foi absolvido pelo Tribunal na semana passada.

  • Depois da "provocação", o acidente em cadeia
    0:43

    Mundo

    Um vídeo de um acidente numa autoestrada em Santa Clarita, na Califórnia (EUA), está a tornar-se viral nas redes sociais. Nas imagens é possível ver um motociclista a dar um pontapé num carro que seguia à sua frente. Como forma de "retribuição", o carro vira na direção da mota mas bate no separador e depois numa carrinha que acabou por capotar. Segundo a imprensa norte-americana o condutor da carrinha foi levado para o hospital com ferimentos ligeiros. Já a pessoa que conduzia a mota seguiu o seu caminho.