sicnot

Perfil

Economia

Aeroporto de Faro prolonga nove rotas para o inverno

O Aeroporto de Faro esteve sob alerta laranja durante três horas, sem perturbar a realização de outros voos.

LUSA

O Aeroporto de Faro vai prolongar para este inverno nove rotas aéreas, o que representa 43 mil novos lugares, face ao inverno passado, com destaque para os voos com origem em França.

As rotas, que eram operadas exclusivamente no verão, vão ligar durante o inverno a capital algarvia às cidades de Glasgow (Escócia), Bornemouth e Doncaster (Reino Unido), Frankfurt (Alemanha), Luxemburgo, Paris (aeroporto Charles de Gaulle), Lyon e Toulouse (França) e Viena (Áustria).

Em termos de mercado emissor de turistas, França regista um dos maiores crescimentos, apresentando, até setembro, um aumento de 112% em número de lugares disponíveis, ultrapassando mesmo a Irlanda, disse o diretor de 'marketing' do Aeroporto de Faro em conferência de imprensa, realizada na Região de Turismo do Algarve (RTA).

A instabilidade nos destinos do Norte de África, os recentes atentados em Nice, no sul de França, e o aumento do número de cidadãos franceses que procuram o Algarve o ano inteiro, por estarem a investir na compra de segundas residências na região, explicam o crescimento do mercado francês, observou Hélder Lemos.

Relativamente ao inverno de 2015, há um crescimento estimado de 19% de passageiros, acrescentou aquele responsável, frisando que no inverno de 2016, pela primeira vez, o Aeroporto de Faro deverá ultrapassar 1,7 milhões de lugares disponibilizados.

No inverno de 2016, o aeroporto estará ligado a 60 aeroporto, em 15 países, através de 33 companhias aéreas.

O principal mercado emissor de passageiros continua a ser o Reino Unido, seguido pela Alemanha, Holanda, Irlanda e França, que passou a ocupar o quinto lugar, ultrapassando a Bélgica e a Espanha.

O presidente da RTA, Desidério Silva, não precisou o investimento da Associação de Turismo do Algarve (ATA) nas novas operações, dizendo apenas que dois terços do orçamento de seis milhões de euros da ATA se destinam ao trabalho com operadoras e companhias aéreas.

Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras