sicnot

Perfil

Economia

Défice cai para 2,8% no 1.º semestre

MÁRIO CRUZ

O défice do Estado ficou em 2,8% do PIB nos primeiros seis meses do ano, uma grande descida em relação ao mesmo período de 2015. O ministro das Finanças garante que o país "está no bom caminho" para cumprir a meta dos 2,2%.

Nas Contas Nacionais Trimestrais Por Setor Institucional relativas ao segundo trimestre do ano, que foram hoje publicadas, o INE refere que, "no conjunto do primeiro semestre de 2016, o saldo das AP [administrações públicas] foi -2,8% do PIB (-4,6% em igual período do ano passado)".

Apesar da redução homóloga verificada, o valor do défice até junho, de 2,8% do PIB, está acima da meta do Governo para este ano, que é 2,2%, e está também ligeiramente acima da estimativa apresentada pela Unidade Técnica de Apoio Orçamental (UTAO), cujo valor central era de 2,7% de défice na primeira metade do ano.

O ministro das Finanças já garantiu que a meta do défice para este ano vai ser cumprida e que o país está no bom caminho.

Projeção de défice de 2,2% em 2016

Na segunda notificação relativa ao procedimento défices excessivos enviada pelo INE a Bruxelas, mantém-se a projeção que o défice português se fixará em 2,2% do PIB em 2016, abaixo dos 2,5% de meta que o Governo acordou com Bruxelas e descendo dos 4,4% em 2015, ano em que foi penalizado pelo resgate do Banif.

Considerando apenas o segundo trimestre, o défice foi de 1.167,2 milhões de euros, o equivalente a 2,5% do PIB, sendo que, no mesmo trimestre do ano passado, o défice orçamental tinha sido de 1.600 milhões de euros, ou seja, 3,6% do PIB.

A dívida pública portuguesa dever-se-á situar em 124,8% do PIB no fim de 2016, face aos 129% no final de 2015 e contra os 127,7% previstos no Orçamento de Estado para 2016.

Com Lusa e Reuters

  • PCP desvaloriza défice, Bloco de Esquerda diz que números são positivos
    1:44

    Economia

    O deputado Paulo Sá do PCP considera que o défice orçamental não deve ser o critério absoluto de decisão política e reafirma que o mais importante são as soluções para os problemas económicos e sociais do país.O líder parlamentar do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, lança críticas aos partidos de direita que diziam que o Governo socialista não conseguia equilibrar as contas públicas.

  • Execução orçamental "está no bom caminho", diz Centeno
    1:27

    Economia

    O ministro das Finanças garante que a meta do défice para este ano vai ser cumprida e que o país está no bom caminho. Em reação aos números divulgados esta manhã pelo INE, Mário Centeno sublinha que mostram o rigor do Governo na execução orçamental, sem por em causa a coesão social.

  • Inglaterra estreia-se com vitória suada frente à Tunísia

    Mundial 2018 / Tunísia

    A seleção inglesa estreou-se no Mundial 2018 com um triunfo sobre a Tunísia por 2-1, com o golo da vitória a ser apontado já para lá do minuto 90. O jogo foi referente à 1.ª jornada do grupo G. Veja aqui os golos e os lances que marcaram o encontro.

  • O melhor golo do 5.º dia de Mundial

    Desporto

    Numa escolha feita pelos jornalistas de desporto e do site da SIC Notícias, mostramos-lhe o melhor golo deste quinto dia de Mundial. Foi apontado por Dries Mertens, na vitória da Bélgica sobre o Panamá por 3-0.

  • Rui Patrício confirmado no Wolverhampton

    Desporto

    O Wolverhampton anunciou esta segunda-feira a contratação do guarda-redes Rui Patrício, depois da rescisão com o Sporting. O guarda-redes da seleção nacional assinou contrato com o clube inglês por quatro épocas.

    SIC

  • Novo treinador do Sporting diz que mulheres não estão preparadas para falar de futebol
    1:23
  • Salto de Cristiano Ronaldo inspira dança afro-beat

    Desporto

    Uma música humorística afro-beat, publicada nas redes sociais e inspirada nos saltos de Cristiano Ronaldo quando marca golos, está a ser replicada na internet com dezenas de coreografias filmadas, muitas das quais em França.

  • Ronaldo no País dos Sovietes: As religiões praticadas na Rússia
    1:55
  • "Estamos a plantar fósforos"
    2:09

    Opinião

    O calor regressou esta segunda-feira em força e no terreno estiveram quase 1300 bombeiros a combater 70 fogos por todo o país. Depois da tragédia de Pedrógão Grande, o Presidente da República diz que a consciência do país mudou mas é preciso fazer mais. Já Miguel Sousa Tavares diz que o país está mais preparado para combater os incêndios do que alguma vez esteve. No entanto, o comentador da SIC diz que já foram plantados mais de "2500 hectares de eucaliptos" desde Pedrógão e que enquanto isso acontecer Portugal vai continuar a arder. 

    Miguel Sousa Tavares

  • Merkel tem duas semanas para negociar solução para crise migratória

    Mundo

    A chanceler alemã tem duas semanas para negociar com os parceiros europeus uma solução para a questão migratória e assim evitar uma crise política. O ultimato foi dado pelo CSU, o partido da Baviera que integra a coligação governamental. Ao contrário de Angela Merkel, defende uma política para os refugiados mais estrita.

  • Pai de Meghan Markle lamenta ser "nota de rodapé" no casamento real
    2:03
  • Quando as crianças fazem das suas... os pais é que pagam

    Mundo

    Quando as crianças fazem das suas, restam os pais para as castigar ou, em alguns casos, para sofrer as consequências desses atos. Quem o pode dizer é um casal norte-americano, que recebeu uma fatura de 132 mil dólares (cerca de 114 mil euros), depois de o filho ter derrubado uma estátua num centro comunitário.

    SIC