sicnot

Perfil

Economia

Mais de 10 mil casais desempregados inscritos nos centros de emprego

O número de casais em que ambos os cônjuges estão inscritos nos centros de emprego subiu 0,7% em agosto, quer em termos homólogos, quer face a julho, alcançando os 10.593.

De acordo com a informação disponível na página do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) na Internet, em agosto, do total de desempregados casados ou em união de facto, 21.186 (9,7%) têm também registo de que o seu cônjuge está igualmente inscrito como desempregado no serviço de emprego.

No final de agosto de 2016, de acordo com o instituto, estavam registados nos serviços de emprego do continente um total de 468.282 desempregados, dos quais 49% eram casados ou viviam em situação de união de facto, perfazendo um total de 217.739.

O desemprego registado nos serviços de emprego do continente diminuiu 7,1% face ao período homólogo e aumentou 0,3% em relação ao mês anterior.

Relativamente aos desempregados casados ou em situação de união de facto, a diminuição face a agosto de 2015 atingiu os 9,7% (menos 23.817 desempregados), enquanto a variação face a julho de 2016 foi quase nula (mais 34).

Em termos globais, o número de desempregados inscritos nos centros de emprego baixou 7% em agosto, comparativamente ao mesmo mês de 2015, para 498.763, abaixo dos 500.000 pela primeira vez desde agosto de 2008, subindo 0,2% face a julho.

De acordo com os dados hoje divulgados pelo IEFP, o número de desempregados inscritos nos centros de emprego não era tão baixo desde agosto de 2008, mês em que se encontravam inscritas 389.444 pessoas.

Já em comparação com o mês de julho deste ano, o número total de desempregados registados em agosto avançou 0,2%, o que representa mais 1.100 pessoas.

Lusa

  • João Galamba deixa de ser porta-voz do PS

    País

    João Galamba vai deixar de ser porta-voz do PS e de integrar a comissão permanente do partido. A nova porta-voz dos socialistas vai ser Maria Antónia Almeida Santos, que já integrava a comissão independente, órgão de direção política do PS.

  • Mariano Rajoy não vai convocar eleições antecipadas
    1:24

    Mundo

    O governo espanhol está por um fio por causa de um processo de corrupção a envolver dirigentes do PP. O PSOE apresentou uma moção de censura e o Ciudadanos pede eleições antecipadas. O chefe do governo, Mariano Rajoy, já disse que não vai convocar eleições.