sicnot

Perfil

Economia

PSD diz que fanfarronice do Governo não durou 24 horas

PSD diz que fanfarronice do Governo não durou 24 horas

O líder parlamentar do PSD considera que "a fanfarronice do Governo não durou nem 24 horas", após os dados do INE mostrarem a realidade. Luís Montenegro visitou a Feira das Colheitas, em Arouca, onde também esteve a presidente do CDS. Assunção Cristas falou no crescimento anémico do país, abaixo do previsto pelo Governo, há um ano.

  • Esquerda e Direita reagem aos 2,8% do défice
    1:49

    Economia

    Na reação aos dados do INE, os partidos da Direita dizem que não há grandes razões para otimismo. Pelo contrário, a Esquerda vê a redução do défice como uma prova das boas políticas que estão a ser seguidas.

  • PCP desvaloriza défice, Bloco de Esquerda diz que números são positivos
    1:44

    Economia

    O deputado Paulo Sá do PCP considera que o défice orçamental não deve ser o critério absoluto de decisão política e reafirma que o mais importante são as soluções para os problemas económicos e sociais do país.O líder parlamentar do Bloco de Esquerda, Pedro Filipe Soares, lança críticas aos partidos de direita que diziam que o Governo socialista não conseguia equilibrar as contas públicas.

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.