sicnot

Perfil

Economia

Segundo maior banco alemão vai despedir 5.000 trabalhadores

O Commerzbank, o segundo maior banco da Alemanha, pretende acabar com 5.000 postos de trabalho, o que supõe reduzir cerca de 10% dos seus trabalhadores, divulgou esta sexta-feira a agência de notícias EFE Dow Jones.

A administração do banco alemão quer acabar com uma das suas divisões, o que faz parte do plano de restruturação estratégico para enfrentar os problemas de rentabilidade devido às baixas taxas de juro, disseram fontes próximas das operação.

O segundo maior banco alemão em capitalização vai anunciar no final da próxima semana a nova estratégia da instituição financeira, o que será feito pelo novo presidente-executivo, Martin Zielke.

Zielke, que substituiu Martin Blessing este ano, espera sobretudo dispensar trabalhadores administrativos, esclareceu uma das fontes.

A filial do Commerzbank que se dedica a tratar dos clientes de média dimensão, é um dos quatro negócios que vão ser extintos com a nova estratégia que será posta em prática.

Os clientes mais pequenos, com rendimentos anuais inferiores a cinco milhões de euros, serão transferidos para a banca de retalho, enquanto os clientes com grandes rendimentos anuais irão para a banca de investimento.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14