sicnot

Perfil

Economia

Segundo maior banco alemão vai despedir 5.000 trabalhadores

O Commerzbank, o segundo maior banco da Alemanha, pretende acabar com 5.000 postos de trabalho, o que supõe reduzir cerca de 10% dos seus trabalhadores, divulgou esta sexta-feira a agência de notícias EFE Dow Jones.

A administração do banco alemão quer acabar com uma das suas divisões, o que faz parte do plano de restruturação estratégico para enfrentar os problemas de rentabilidade devido às baixas taxas de juro, disseram fontes próximas das operação.

O segundo maior banco alemão em capitalização vai anunciar no final da próxima semana a nova estratégia da instituição financeira, o que será feito pelo novo presidente-executivo, Martin Zielke.

Zielke, que substituiu Martin Blessing este ano, espera sobretudo dispensar trabalhadores administrativos, esclareceu uma das fontes.

A filial do Commerzbank que se dedica a tratar dos clientes de média dimensão, é um dos quatro negócios que vão ser extintos com a nova estratégia que será posta em prática.

Os clientes mais pequenos, com rendimentos anuais inferiores a cinco milhões de euros, serão transferidos para a banca de retalho, enquanto os clientes com grandes rendimentos anuais irão para a banca de investimento.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.