sicnot

Perfil

Economia

Banco britânico RBS multado em 1,1 mil milhões de dólares

O banco britânico RBS anunciou esta sexta-feira ter acordado com uma agência americana pagar 1,1 mil milhões de dólares de multa, de forma a saldar uma parte das irregularidades detetadas no âmbito do escândalo do crédito imobiliário tóxico (subprime).

O RBS anunciou em comunicado ter concluído um acordo com a National Credit Union Administration (NCUA) que irá por fim a duas queixas.

A instituição precisou que continuará todavia a negociar com outras instâncias americanas, entre as quais a FHFA (Federal Housing Finance Agency), para resolver outros litígios que o atingem também no âmbito do submprime.

O banco é acusado de ter desenvolvido produtos financeiros apoiados em empréstimos subprime com implicações no quadro da crise financeira de 2008. É igualmente objeto de vários processos judiciais neste âmbito, devido às enormes perdas para os investidores que adquiriram títulos garantidos por hipotecas tóxicas.

O RBS destinou milhares de milhões de dólares para lidar com todas as sanções e recursos que irá enfrentar, avançando que o dinheiro reservado até ao momento cobriu o montante da coima, mas alertou que pode ter que registar uma provisão adicional em função das várias reclamações de que é alvo.

Os bancos britânicos Barclays e os suíços UBS eCredit Suisse também estão na mira das autoridades norte-americanas.

Lusa

  • Segurança da Academia de Alcochete avisado 10 minutos antes do ataque
    1:57
  • "Não acho que seja prudente" o regresso dos atletas à Academia do Sporting
    5:49

    Crise no Sporting

    As agressões aos jogadores e equipa técnica do Sporting, na Academia de Alcochete, foram o tema de uma entrevista a Ana Bispo Ramires, psicologa do desporto. Questionada sobre se os jogadores deveriam regressar ou não à academia, Ana Bispo Ramires diz que não devem fazê-lo e explica que é importante que haja medidas de atuação, o mais rápido possível, para que os atletas e restante equipa técnica do clube possam reprocessar, do ponto de vista cognitivo, as ameaças que sofreram. 

  • É desta que provam a existência do monstro de Loch Ness?

    Mundo

    Para muitos, o monstro de Loch Ness não passa de uma lenda. A verdade é que a existência ou não desta criatura mística continua a suscitar debates entre aqueles que acreditam e os cépticos. Uma equipa internacional de investigadores quer responder finalmente à questão através da recolha de ADN ambiental do Loch Ness, na Escócia.

    SIC