sicnot

Perfil

Economia

Banco britânico RBS multado em 1,1 mil milhões de dólares

O banco britânico RBS anunciou esta sexta-feira ter acordado com uma agência americana pagar 1,1 mil milhões de dólares de multa, de forma a saldar uma parte das irregularidades detetadas no âmbito do escândalo do crédito imobiliário tóxico (subprime).

O RBS anunciou em comunicado ter concluído um acordo com a National Credit Union Administration (NCUA) que irá por fim a duas queixas.

A instituição precisou que continuará todavia a negociar com outras instâncias americanas, entre as quais a FHFA (Federal Housing Finance Agency), para resolver outros litígios que o atingem também no âmbito do submprime.

O banco é acusado de ter desenvolvido produtos financeiros apoiados em empréstimos subprime com implicações no quadro da crise financeira de 2008. É igualmente objeto de vários processos judiciais neste âmbito, devido às enormes perdas para os investidores que adquiriram títulos garantidos por hipotecas tóxicas.

O RBS destinou milhares de milhões de dólares para lidar com todas as sanções e recursos que irá enfrentar, avançando que o dinheiro reservado até ao momento cobriu o montante da coima, mas alertou que pode ter que registar uma provisão adicional em função das várias reclamações de que é alvo.

Os bancos britânicos Barclays e os suíços UBS eCredit Suisse também estão na mira das autoridades norte-americanas.

Lusa

  • "Quem faz isto sabe estudar os dias e o vento para arder o máximo possível"
    4:15
  • O balanço trágico dos incêndios do fim de semana
    0:51

    País

    Mais de 500 mil hectares de área ardida, 42 vítimas mortais, 71 de feridos, dezenas de casas e empresas destruídas. É este o balanço de mais um fim de semana trágico para Portugal a nível de incêndios florestais.

  • 2017: o ano em que mais território português ardeu
    1:41

    País

    Desde janeiro, houve mais área ardida do que em qualquer outro ano na história registada de incêndios florestais. Segundo dados provisórios do Sistema Europeu de Informação sobre Fogos Florestais, mais de 519 mil hectares foram consumidos pelas chamas até 17 de outubro, o que representa quase 6% de toda a área de Portugal. 

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • O que resta de Tondela depois dos incêndios
    1:07

    País

    O concelho de Tondela é agora um mar de cinzas, imagens recolhidas pela SIC com um drone mostram bem a dimensão do que foi destruído pelos incêndios. Perto 100 habitações principais ou secundárias, barracões, oficinas e stands arderam. 

  • Moradores reuniram esforços para salvar idosos das chamas em Pardieiros
    2:50

    País

    O incêndio de domingo em Nelas fez uma vítima mortal: um homem de 50 anos, de Caldas da Felgueira, que regressava de uma aldeia vizinha, onde tinha ido ajudar a combater as chamas. Em Pardieiros, no concelho de Carregal do Sal, várias casas arderam e uma jovem sofreu queimaduras ao fugir do incêndio. Durante o incêndio, pessoas reuniram esforços para salvar a povoação.

  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.

  • As lágrimas do primeiro-ministro do Canadá

    Mundo

    O primeiro-ministro da Canadá, Justin Trudeau, emocionou-se esta quarta-feira ao falar de um artista que morreu depois de perder uma luta contra o cancro. Gord Downie, vocalista da banda de rock canadiana "The Tragically Hip", faleceu esta terça-feira, aos 53 anos, vítima de um tumor cerebral.