sicnot

Perfil

Economia

EUA alertam consumidores após explosões em máquinas de lavar roupa Samsung

money.cnn.com

As autoridade norte-americanas alertaram os consumidores para "problemas de segurança" verificados em máquina de lavar roupa da marca Samsung. Casos de explosões foram registados no Texas, Geórgia e Indiana.

O alerta partiu da Comissão de Segurança de Produtos de Consumo (CPSC) depois de relatos de proprietário de máquinas de roupa da Samsung que davam conta de violentas explosões, que terão acontecido durante o período de centrifugação, em máquinas que suportam uma carga elevada de roupa.

"A explosão foi de tal forma violenta que perfurou a parede da garagem", relatou uma consumidora do Texas. Em Dallas, uma outra proprietária afetada disse que foi "como se uma bomba tivesse explodido".

Vários consumidores, que alegam que suas máquinas explodiram durante a lavagem de roupa, avançaram com um processo contra a Samsung nos EUA. A ação judicial conjunta deu entrada num tribunal de Nova Jersey, no mês passado.

A CPSC, entidade tutelada pelo Governo norte-americano, recomendou que os proprietários de modelos fabricados entre março de 2011 e abril de 2016 usassem apenas o programa de lavagem para "roupa delicada", com baixa rotação, para que não corressem riscos, visto que há a suspeita de que o problema ocorra durante a centrifugação.

Samsung enfrenta novo revés

Depois do Galaxy Note 7, a Samsung enfrenta agora novas queixas que poderão causar elevados danos na empresa. A venda do smartphone foi suspensa no início deste mês após vários relatos de explosões do aparelho. A Samsung está também a proceder à substituição dos Galaxy Note 7.

Em relação às máquinas de lavar roupa, a empresa sul-coreana já assumiu em comunicado que existe um problema e que está a tentar resolver o problema em colaboração com a CPSC.

“Em casos raros, as unidades afetadas podem sofrer vibrações anormais com risco de danos pessoais ou materiais durante a lavagem de roupas de cama, peças volumosas ou impermeáveis”, refere o comunicado.

O modelo em questão não é comercializado na Europa.

A Samsung disponibilizou também esta semana uma página na qual os proprietários podem verificar, através do número de série, se o equipamento está entre os afetados.

samsung.com

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".