sicnot

Perfil

Economia

Espanha altera imposto de sociedades para cumprir défice de 4,6 %

O Conselho de Ministros espanhol aprovou esta sexta-feira alterações ao imposto sobre sociedades que permitem uma coleta antecipada de 8.000 milhões de euros ainda este ano para ajudar a cumprir o limite de 4,6% do PIB para o défice.

A reforma do imposto sobre o rendimento das sociedades, que para entrar em vigor precisa ainda de ter o parecer positivo do parlamento, consiste no incremento, com caráter permanente, dos pagamentos fracionados que as empresas adiantam por conta do imposto nos meses de abril, outubro e dezembro.

Em julho do ano seguinte é liquidada a diferença, com a apresentação da declaração de impostos.

A partir do mês que vem, todas as empresas que faturam mais de 10 milhões de euros terão de adiantar 23% do seu resultado contabilístico, enquanto as instituições financeiras e petrolíferas 25%.

O executivo espanhol em funções calcula que a medida afeta 9.000 empresas e permite coletar mais 6.000 milhões de euros já em 2016, com os pagamentos de outubro e dezembro.

O ministro espanhol da Fazenda, Cristóbal Montoro, explicou que a antecipação do imposto sobre as sociedades vai estar em vigor até ao momento em que o défice público seja inferior a 3,0% do PIB.

O responsável governamental insistiu que não se trata de uma subida das taxas do imposto, mas sim de assegurar o adiantamento da coleta e defendeu que "não vai prejudicar substancialmente a atividade económica".

Madrid comprometeu-se com a Comissão Europeia a baixar o défice público para 4,6% do PIB em 2016 e que em 2018 essa percentagem devia estar abaixo dos 3,0%.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.