sicnot

Perfil

Economia

IGCP prevê fazer um a dois leilões de Obrigações do Tesouro até ao final do ano

O IGCP anunciou esta segunda-feira que prevê realizar no quarto trimestre deste ano um a dois leilões de Obrigações do Tesouro (OT), sendo esperadas colocações de 750 a 1.000 milhões de euros por operação.

O IGCP - Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública divulgou esta segunda-feira em comunicado as Linhas de Atuação para o quarto trimestre, durante o qual "prevê a realização de um a dois leilões de OT, sendo esperadas colocações de 750 a 1.000 milhões de euros por leilão".

Os leilões terão a participação dos Operadores Especializados de Valores do Tesouro e Operadores de Mercado Primário e poderão ser realizados na segunda, quarta ou quinta quarta-feira de cada mês, após anúncio do montante indicativo e linhas de OT a reabrir até três dias úteis antes da respetiva data de leilão, explica o IGCP.

No que respeita aos Bilhetes do Tesouro (BT), a 19 de outubro está prevista a reabertura de uma linha a três meses e de outra a 11 meses, com um montante indicativo entre 750 e 1.000 milhões de euros.

Para 16 de novembro está prevista a reabertura de uma linha a seis meses, bem como o lançamento de uma linha de BT a 12 meses, sendo o montante indicativo entre os 1.500 e 1.750 milhões de euros.

Em dezembro, para o dia 7, estão previstas as reaberturas de uma linha a três meses e de outra a 11 meses, com um montante indicativo entre 750 e 1.000 milhões de euros.

O IGCP afirma ainda que "acompanhará ativamente a evolução das condições de mercado, podendo introduzir ajustamentos às presentes linhas de atuação".

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.