sicnot

Perfil

Economia

IGCP prevê fazer um a dois leilões de Obrigações do Tesouro até ao final do ano

O IGCP anunciou esta segunda-feira que prevê realizar no quarto trimestre deste ano um a dois leilões de Obrigações do Tesouro (OT), sendo esperadas colocações de 750 a 1.000 milhões de euros por operação.

O IGCP - Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública divulgou esta segunda-feira em comunicado as Linhas de Atuação para o quarto trimestre, durante o qual "prevê a realização de um a dois leilões de OT, sendo esperadas colocações de 750 a 1.000 milhões de euros por leilão".

Os leilões terão a participação dos Operadores Especializados de Valores do Tesouro e Operadores de Mercado Primário e poderão ser realizados na segunda, quarta ou quinta quarta-feira de cada mês, após anúncio do montante indicativo e linhas de OT a reabrir até três dias úteis antes da respetiva data de leilão, explica o IGCP.

No que respeita aos Bilhetes do Tesouro (BT), a 19 de outubro está prevista a reabertura de uma linha a três meses e de outra a 11 meses, com um montante indicativo entre 750 e 1.000 milhões de euros.

Para 16 de novembro está prevista a reabertura de uma linha a seis meses, bem como o lançamento de uma linha de BT a 12 meses, sendo o montante indicativo entre os 1.500 e 1.750 milhões de euros.

Em dezembro, para o dia 7, estão previstas as reaberturas de uma linha a três meses e de outra a 11 meses, com um montante indicativo entre 750 e 1.000 milhões de euros.

O IGCP afirma ainda que "acompanhará ativamente a evolução das condições de mercado, podendo introduzir ajustamentos às presentes linhas de atuação".

Lusa

  • A morte das sondagens foi ligeiramente exagerada

    Opinião

    Um atentado sem efeitos eleitorais, sondagens que acertaram em praticamente tudo, inexistência do chamado eleitorado envergonhado. E um candidato que se situa no centro político com fortíssimas hipóteses de vencer a segunda volta. As presidenciais francesas tiveram uma chuva de acontecimentos anormais, mas acabam por ser um choque de normalidade. Pelo menos até agora...

    Ricardo Costa

  • Fuga de Vale de Judeus em junho de 1975 no Perdidos e Achados
    0:36

    Perdidos e Achados

    Prisão Vale de Judeus, final de tarde de domingo, dia 29 de junho de 1975. O plano da fuga terá sido desenhado por uma vintena de homens. Serrada a presiana metálica era preciso passar, para fora do edifício, as cabeceiras dos beliches onde os presos dormiam. Ao longo de cerca de uma hora 89 detidos, agentes da PIDE/DGS, a Polícia Internacional e de Defesa do Estado português extinta depois da revolução de 1974, fogem do estabelecimento prisional.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Pj ainda não fez detenções relacionadas com atropelamento de adepto italiano
    1:52

    Desporto

    As autoridades policiais confirmaram à SIC que o atropelamento que fez este sábado uma vítima mortal, junto ao Estádio da Luz, não terá sido acidental. A Policia Judiciária já saberá quem foi o autor do atropelamento. O homem faria parte do grupo de adeptos do Benfica, que se envolveram em confrontos com adeptos do Sporting.